sábado, janeiro 20, 2007

Trabalho e Segurança Social

Uma sociedade que devia proporcionar trabalho a todos e em casos extremos, segurança social aos cidadãos. No mundo da liberalização e da globalização estes valores perdem-se em favor da competitividade e do lucro. Para podermos oferecer produtos de consumo aos cidadãos, a preços mais competivos, aceitamos praticar baixos salários para a maioria e que uma grande parte da população viva sem trabalho. Montras de luxo e ostentação existem em paralelo com uma miséria, a que um estado mais preocupado com indicadores económicos, não dá resposta. Nas ruas, olha-se para o lado tentando não acordar a consciência, para que o nosso sono possa ser descansado.

Contributo para o Echelon: spies, IWO, eavesdropping

10 comentários:

  1. deve ser a primeira vez que tenho pena que a tua brilhante imagem seja virtual...
    falo da "fuça" que está visível...

    porque a base a partir da qual foi construída, é bem real... e causa-me uma profunda revolta!
    abraço

    ResponderEliminar
  2. luikki:
    Muitas vezes gostava que estas figuras fossem vistas pelas personagens que retrato. Quem sabe não existe, lá bem no fundo ainda alguma compaixão que possa vir ao de cima. Claro que sei que nada disto é real e que a realidade é verdadeiramente tragica para aqueles a quem a vida virou as costas.
    abraço

    ResponderEliminar
  3. Olha não tenho conseguido entrar no teu jardim, não sei porquê, através do link. Agora experimentei entrar através de um comentário que deixaste no meu blog e lá consegui.
    O que dizer desta temática? Mais uma a juntar a tantas outras que ensombram a nossa realidade.
    Beijinhos e bom fds

    ResponderEliminar
  4. Temos miséria neste Jardim.

    ResponderEliminar
  5. tb:
    Também a mim me custa ver a miséria sobrtetudo quando não há motivos que a justifiquem que não seja a ganancia de alguns.
    bjs

    ResponderEliminar
  6. visitante:
    Este jardim tem a miséria que reflete da terra onde existe.
    abraço

    ResponderEliminar
  7. kaos, a sociedade... quem?

    acho que nisto, é bom reconhecer tambem as culpas da sociedade civil. da falta de iniciativa. do conformismo, da dependencia do governo e dos subsidios....não?

    ResponderEliminar
  8. E infelizmente tenho notado que a tendência vai no sentido negativo. Urgem alternativas, mas o povinho é que é soberano...
    Abraço.

    ResponderEliminar
  9. Cristina:
    A sociedade tem as suas culpas, mas são as menores. É-nos vendido um mundo em que cada um tem de vencer por sobre todos os outros. Num estado menos voltado para os numeros e mais para as pessoas nada seria assim. Mentalidades, há que mudar as mentalidades
    bjs

    ResponderEliminar
  10. Corcunda:
    O povinho é usado e abusado pelo poder da propaganda. faz aquilo que lhe "mandam".
    abraço

    ResponderEliminar