sexta-feira, Julho 31, 2009

O pagador das más promessas

Pagador de promessas

O PS divulgou finalmente o Programa Eleitoral e, como seria de esperar, nada de novo. Mais umas promessas para encher o olho que em nada alterarão o nosso futuro e outras que todos sabemos serem para ficar na gaveta. O pior é que a promessa que ele nos dá e vai cumprir se o deixarem, é a de continuar a fazer as politicas da União Europeia, a tornar o trabalho cada vez mais precário, a conduzir este país no caminho do abismo neo-liberal capitalista e a continuação da politica de impunidade, compadrio e corrupção.

O Debate alfacinha

Palhaçadas

A minha amiga Kaótica, quando estes dois se iam digladiando na televisão, não se conteve em chamar a tudo aquilo de grande palhaçada, tendo mesmo sugerindo-me que fizesse um boneco em que encarnariam as figuras de palhaço rico / palhaço pobre. Não podia deixar de lhe fazer a vontade.

quinta-feira, Julho 30, 2009

As festas dos Ricos

Clube de iates

A líder do PSD, Manuela Ferreira Leite, diz que discorda da “dicotomia ricos/pobres” e que “mal vai o país se começa a olhar para os ricos com olhos de menos consideração”.
“ Se tivesse que aumentar impostos, tributava fortemente em impostos indirectos os bens aos quais os ricos têm acesso. Por exemplo, os iates. Mas não lhes tirava o dinheiro antes de comprar o iate”. “É bom que dêem muitas festas, que façam muitas coisas, porque isso dá muitos postos de trabalho a muitas pessoas”.

Prémios da Legislatura - The Fool

Prémios Legislatura The fool

Embora já não faça parte do governo depois de ter “encornado” o Bernardino Soares na Assembleia da Republica, Manuel Pinho foi um dos Ministros mais em foco nesta legislatura. Um Ministro da Economia que foi “desancado” por todos com as suas gafes e relembro a oferta de mão-de-obra barata em Portugal aos Chineses, o Allgarve, o fim da crise quando ela começou a acelerar são só algumas das mais famosas. Todos diziam mal dele, mas agora que saiu pela porta pequena, reúnem-se os empresários para lhe oferecerem um almoço onde afirmaram ter sido o melhor Ministro da Economia de sempre. Olhando para o país nada disto faz sentido, mas lá terão as suas razões, provavelmente inconfessáveis, para o dizerem. Seja como for, a ideia que fica e o prémio que lhe atribuo é o de “ The fool”.

quarta-feira, Julho 29, 2009

O Assalto a Lisboa

Assalto a Lisboa

Ontem lá aconteceu o embate entre o António Costa e o Santana Lopes. Não assisti a toda aquela venda de banha da cobra e só foco triste em ver que a minha cidade continua a ser pasto para lutas partidárias. O que Lisboa realmente necessitava era de ser governada por alguém que a amasse, que reconhecesse a sua história e ocupasse o cargo em benefício de quem nela vive ou a visita. O António Costa é um político que sabe que uma derrota nestas eleições pode ser uma machadada nas suas ambições de chegar a outros cargos. O meio mandato em que governou a cidade foi cinzento, mas não podemos esquecer o estado calamitoso em que a governação alaranjada deixou Lisboa. O Santana, por mais vidas que tenha, por mais desculpas que dê, tem contra si o seu passado e nenhum de nós se pode esquecer das trapalhadas que foram os seus tempos de Presidente da Câmara e de Primeiro-Ministro. Por mais que ele continue com a sua vitimização de “Calimero”, tentar branquear esta realidade é tentar tapar o Sol com uma peneira.
Lisboa necessita de uma governação competente, mas necessita também de alguém que a faça recuperar a sua identidade e a transforme numa cidade viva, com habitantes e não só escritórios, com vida e não só com negócios, com uma alma que já teve e perdeu.

Prémios da Legislatura - O Gémeo d'oiro

Premios Legislatura O gemeo

O Prémio “Gémeo d’oiro” desta legislatura vai para o Ministro Pedro Silva Pereira, o Ministro que não tem pasta definida porque tem como funções fazer em privado aquilo que o Engenheiro não se atreve a dizer em público. Uma espécie de Ministro sombra que se move nas sombras do poder. Quando sai á luz do dia quase não se distingue do seu sósia, o auto-intitulado Engenheiro, tanto nos argumentos como na postura.

terça-feira, Julho 28, 2009

O Jogo da Democracia à Moda da Madeira

Democracia à moda da Madeira

Alberto João Jardim manteve o estilo avisando que,"a seu tempo, vamos dar cabo dos fascistas, dos comunas e dos socialistas. E não se riam que a gente ainda vai gozar muito com eles", garantiu ontem o líder regional do PSD/M na festa-comício do partido no Chão da Lagoa.
Para Jardim, a situação em Portugal está "perigosa", e Sócrates é o "responsável". Portanto, "o PSD é a única alternativa para pôr Sócrates na rua e travar os comunistas. Se continuarem as organizações comunistas, e no Continente alcançarem 20% dos votos (somatório do PCP e BE) não se vai poder controlar democraticamente a rua, não vai haver disciplina democrática nas empresas, o país não tem forças de segurança para assegurar a legalidade...e nós madeirenses não temos a obrigação de aturar o colapso daquela gente".

Afinal parece que não era o totalitarismo que o Bicho da Madeira queria proibir na Constituição, mas sim a existência da própria democracia. O queria proibir é a livre opção de voto dos portugueses, que estes possam desejar votar em partidos que não o seu. O que o preocupa é que o povo deste país possa exigir, nas ruas ou nas empresas, que os seus direitos constitucionais sejam cumpridos. O Banana da Madeira voltou a abrir a boca e mostrou claramente que não passa de um resto podre do velho fascismo salazarista que só preza a liberdade e o direito à existência da sua pessoa e dos seus apoiantes. Que a democracia na Madeira era uma farsa, já todos sabíamos, agora que venha tentar exportar para cá as suas ideias de caciquismo e de salazarento é mais grave. Se ele diz que os Madeirenses não têm de aturar as escolhas do povo português, muito mais razão temos nós para não o aturar a ele. Quer a Independência, então proponha um referendo que a oficialize. Terá em mim um apoiante e um voto certo.
Para isto ficar bem esclarecido seria bom que a líder do seu partido, a Manuela Ferreira Leite, que se diz tão honesta, tão defensora da verdade e da clareza, em vez de se andar a esconder por detrás de um vírus da gripe, nos viesse dizer se concorda com as posições do “Bossaca da Madeira”. Ou também ela tem medo do Bicho?


Os desmentidos dos outros desmentidos

Tenho dois amores

Francisco Louçã desmentiu o desmentido de José Sócrates. O primeiro-ministro garante que o PS nunca convidou a bloquista Joana Amaral Dias a integrar as suas listas. O líder do Bloco de Esquerda garante que ele "está a faltar à verdade".

Depois disto já Sócrates desmentiu o desmentido do Louça que o desmentiu logo a seguir para ser desmentido de novo. Isto, na altura em que estou a escrever, porque dai até acabar ainda se vão desmentir mais uma dúzia de vezes. O que ainda não ouvi foi a própria Joana Amaral Dias e dizer o que realmente aconteceu ou não aconteceu. Isto fazer uma novela daquelas que parece não ter fim... nem história.

segunda-feira, Julho 27, 2009

As Viagens do Sr. Silva - Austria

Vlasa Vianense

Com tudo isto quase deixava passar a visita do Sr. Silva e a sua Maria a Viena e dedicar-lhe aqui uma dança. Como sempre acabo por me sentir um pouco envergonhado com a imagem do país nestas visitas e nunca descarto a possibilidade de virmos a saber que "passou pelas brazas" e deu uns "roncos" durante um qualquer concerto. Da Maria, se ninguém lhe passar um pano-de-pó ou uma vassoura para as mãos já não é mau.


Heavy metal Madeirense

Zepelim PND

Três tiros de caçadeira atingiram um zepelim, dirigível, do Partido Nacional Democrata (PND), que se pretendia que sobrevoasse a festa do PSD/Madeira no Chão da Lagoa
Quando questionado sobre quem seria o autor dos disparos, um dirigente do PND revelou que o «principal suspeito é o Dr. João Jardim, que na Assembleia Regional disse que havia maneira de deitar aquilo abaixo».

Quem é que disse que se devia alterar a constituição para proibir todos os partidos que não respeitam a democracia?

domingo, Julho 26, 2009

A gripe dos Porcos já chegou aos politicos?

Manuela Ferreira Leite, líder do PSD faltou esta sexta-feira a um encontro partidário de preparação do programa eleitoral, no Porto. De acordo com José Pedro Aguiar-Branco, vice-presidente do partido, a presidente «está com gripe». Para o próximo domingo estava prevista a sua participação na festa do PSD/Madeira, no Chão da Lagoa.

Será que a gripe já voltou às suas origens ou simplesmente a Manelinha e está a utilizar a "politica de verdade" como forma de não ter de ir aturar o João Jardim para o Chão da Lagoa?

Feira das vaidades

Feira de vaidades

sábado, Julho 25, 2009

Prémios da Legislatura - O Papagaio

prémios da legislatura o papagaio

Augusto Santos Silva, Ministro dos assuntos Parlamentares, deveria levar as opiniões do Parlamento para o governo, mas tudo o que faz é transmitir à bancada do PS as ordens do Engenheiro daquilo que têm de fazer e como devem votar. Aproveitando a sua cara de pau, é também ele que muitas vezes, aparece em todas as televisões a papaguear as palavras do dono. Tanto papagueou que ganhou o direito ao Prémio “Papagaio” desta Legislatura.

Obama sem voz para a Susan Boyle

Agora canto eu

A cantora britânica Susan Boyle, famosa depois de ter participado num concurso da televisão britânica de talentos, afastou o Presidente norte-americano, Barack Obama, do horário nobre da televisão norte-americana.
As cadeias de televisão normalmente aceitam uma petição da Casa Branca para que seja reservado o melhor horário para uma intervenção importante do Presidente, mas neste caso a insistência da emissora em manter o horário para a entrevista, gravada previamente, obrigou Obama a antecipar a conferência em que devia explicar ao país a projectada reforma do sistema de saúde.

Já agora aconselho, sobre o assunto, a leitura de mais um excelente texto, publicado há alguns dias, (felizmente há um todos as noites) do maior escritor hiperrealista blogosférico, o Arrebenta do blog "Braganza Mothers"

sexta-feira, Julho 24, 2009

O quixotesco poeta Alegre deixa a AR

O adeus do poeta

O Alegre Quixote não vai ser candidato pelo PS nas próximas eleições pelo que, ontem, ao fim de 34 anos deixa o seu emprego de deputado, mas já com o Palácio de Belém debaixo d'olho. Merece um boneco para assinalar a data.

Limpar a merda que fez

Limpar a merda que fez

Depois de já ter reconhecido erros na educação, o Engenheiro veio agora reconhecer que o fecho de Centros de Saúde também o foi. Vem também prometer que vai fazer mais do mesmo ao não reconhecer que o erro estava na forma como foram aplicadas as politicas e não nas politicas em si. Ele bem tenta limpar a merda que fez, mas está tão entranhada nele que só a consegue disfraçar.

quinta-feira, Julho 23, 2009

Prémios da Legislatura - Mais cega não podia ser

Prémios Legislatura Justiça

Outro ser que se destacou neste governo por nunca aparecer, foi Alberto Costa, que todos diziam estar na pasta errada durante o governo do Guterres. Na altura não tinha jeito para “tratar” com as polícias. Pelos vistos também não tem para tratar com os Juízes e Magistrados. É verdade que esta justiça já estava uma miséria quando chegou ao ministério, já vem dos longínquos tempos do Cavaquismo, mas conseguiu que ainda estivesse pior agora quando sai. Conseguiu dar a volta, diziam-lhe que a justiça deve ser cega e literalmente cegou-a, não por não ver a quem é aplicada, mas exactamente por não o ser. Cega, cega não chega a ser, vê bem o que é pequenino mas desfoca completamente os que são grandes e gordos.

O Cristo do Reino do Cavaquismo e os ladrões na cruz

Cristo e o bandido

Agora foi a vez do Arlindo carvalho de cair nas malhas do BPN. Mais um ex-ministro do Sr. Silva a aparecer ligado às trapalhadas da banca que floresceu exactamente na “primavera” Cavaquista. Foi Ministro da Saúde na altura da criação dos Hospitais empresas e depois tem andado metido em empresas com os seus associados de negócios. Engraçado que tantos ex-ministros do Cavaco estejam a ter problemas com a lei e ele, o grande chefe deles todos, o que os escolheu e transformou este pais no pântano onde o futuro tem andado atolado, seja visto como o sinónimo da honestidade e rectidão. Ele há coisas.

quarta-feira, Julho 22, 2009

O maior eclipse do século

Eclipse

Um eclipse solar total vai passar pela Ásia, Japão e pelo Pacífico durante quarta-feira. Será o eclipse solar mais longo deste século, com uma duração maior do que cinco minutos. Só se for lá do outro lado do mundo, porque deste lado de cá há um que já dura á mais de quatro anos e que mantêm este jardim na obscuridade total. Se falarmos do século passado então teremos o eclipse de nove anos do cavaquismo e que ainda hoje nos assombra.

A bem da população, pedrada neles

Idade da pedra

Já aqui falei da pena de 2000 euros a que foi condenado Fernando Ruas por ter aconselhado os Presidentes das Juntas de Freguesia a correrem à pedrada os fiscais do ambiente. Mas o homem da idade da pedra(da), voltou à carga, afirmando que vai ser o primeiro a levar para a campanha eleitoral a sua condenação, afirmando que só mandou correr os fiscais à pedrada para defender as populações. Isto é, reafirma aquilo porque foi condenado e, mais grave ainda, vem-nos dizer que sempre que alguém que faça fiscalizações apareça, com a desculpa de ser o melhor para as populações é admissível e correcto corre-los à pedrada. Não interessa quem é o fiscal, nem se está a fazer cumprir a lei, ou se está a ser correcto ou não, pedrada neles. Se a ASAE aparecer num restaurante ou um hipermercado, corram-nos à pedrada porque prejudicam os clientes, se um policia vos multar, corram-nos à pedrada porque está a prejudicar as finanças da família, se o Banco de Portugal aparecer num banco qualquer corram-nos à pedrada porque estão a prejudicar os negócios. Voltámos à idade da pedra.

terça-feira, Julho 21, 2009

Prémios Legislatura - O pior Ministro couve

Prémios legislatura o homem couve

A escolha desta personagem para Ministro da Agricultura só se pode justificar porque o cargo que lhe deram tinha como funções únicas o vegetar e atirar com muitos dos funcionários do seu ministério para a lista de excedentes. A política agrícola e das pescas é determinada pela União Europeia e Portugal pouco ou nada tem a dizer sobre a destruição da sua produção. Claro que este Ministério só existe para distribuir os subsídios Europeus, dando algumas migalhas aos mais pobres e distribuindo o bolo entre os do costume. Basta ver que em tantos anos de fundos europeus para a agricultura nada tenha melhorado e estejamos cada vez mais dependentes das importações de produtos alimentares. Como ponto alto fica a sua resposta a um pescador que se queixava da destruição do sector das pescas, quando afirmou que se ele, pescador, estava mal na União Europeia porque não saía. Mais um que não deixa saudades.

Diferentes formas de chegar à Lua

O homem na Lua

Fez ontem 40 anos que o homem pisou pela primeira vez a Lua. As minhas recordações dessa noite são a de uma discussão entre o meu pai e a minha mãe. Tinha no dia seguinte o então existente exame de admissão ao Liceu e o meu pai, um sonhador, afirmava que eu devia assistir àquele momento único na história da humanidade enquanto a minha mãe, pessoa mais prática, dizia que tinha de ir dormir pois o exame era mais importante. Tudo acabou num compromisso em que fui parar à cama e acordado a meio da noite só para assistir ao momento em que o Neil Armstrong pôs o seu pé na Lua. Na manhã seguinte lá fiz o exame e acabei por assistir a tudo na repetição que passou nessa tarde na televisão, com a minha avó a dizer-me que não acreditava em nada daquilo e que tudo não passava de um filme feito em Hollywood. Quem tinha razão, o meu pai, a minha mãe ou a minha avó é uma coisa que ainda hoje não sei dizer, mas ensinou-me a perceber que há muitas maneiras de olhar para a mesma realidade, e que por mais diferentes que sejam, todas podem ter a sua razão…ou não.

segunda-feira, Julho 20, 2009

Santinhos para todos os gostos

imagens de santos

As áreas da contratação pública e da concessão de benefícios públicos contêm riscos elevados de corrupção, afirma o Conselho de Prevenção da Corrupção (CPC), com base nas respostas a um questionário realizado a 700 entidades públicas.

As coisas que esta gente descobre com estes estudos. A Dona Maria ali da tasca da esquina já lhes podia ter dito isso há muito tempo. Ela ou outra pessoa qualquer.

Prémios da Legislatura - Maior Bruxa

Ministra da Educação

Agora que estes quatro anos de Socretinos se aproximam do fim chegou a altura de fazer o balanço da sua actuação e distribuir os prémios que merecem. Começo por uma das mais sinistras personagens deste governo e atribuo-lhe sem qualquer dúvida o prémio da maior bruxa. Podia chamar-lhe outra coisa, mas podem aparecer por aqui crianças.

domingo, Julho 19, 2009

Um Coelho mágico

Tirar um homem do chapéu

O contrato em causa foi feito sem concurso público e a concessão foi alargada por mais 27 anos. O TC considera que este contrato é ruinoso para o Estado e não acautela o interesse público. “Foi um negócio ruinoso para o Estado”, que “só serviu os interesses do promotor”, confirmou uma fonte do Tribunal de Contas, sobre as conclusões desta auditoria. Estas conclusões saíram do relatório final da auditoria do TC ao contrato feito entre o Governo, a Administração do Porto de Lisboa (APL) e a empresa Liscont, do grupo Mota-Engil. O Ministério Público prepara-se para avançar com uma investigação à prorrogação do contrato de exploração.

Neste negócio, parece que foi um Coelho que tirou um Ministro da cartola.

Justiça e Autarquias

O Palhaço Bozo

O Procurador Luís Elói pediu a condenação do Isaltino de Morais numa pena efectiva de prisão superior a cinco anos e como pena acessória a inibição do exercício de cargos públicos durante igual tempo. Isaltino Morais não ouviu as alegações finais do MP porque se ausentou irritado a meio da sessão da manhã.
«Demonstrou-se que o MP mentiu! E eu é que sou julgado?» afirmou o autarca perante o colectivo de juízes do Tribunal. «O MP foi permeável aos meus adversários políticos, ao PSD. Todos se recordam das declarações de Marques Mendes em 2005 e da pressão política do PSD», acusou. «Não cometi nenhum acto ilegal e não recebi quantias ilegais. Não cometi crimes, nem fiz nada por interesse pessoal» - o autarca disse estar a ser «perseguido politicamente».

Não sei se o Isaltino vai ser condenado ou não, não sei o que o Juiz vai decidir, mas sempre me surpreendeu a facilidade com que, normalmente autarcas famosos, dizem e fazem coisas no tribunal que seriam suficientes para o comum dos cidadãos ser prezo por desrespeito ao tribunal.
Estará em vias de terminar o espectáculo do Isaltino?


sábado, Julho 18, 2009

O Grande líder da Republica das Bananas

Reflexões laranja

João Jardim atirou a casca de banana e todos parecem estar a escorregar nela. Com a ideia de, na próxima revisão da Constituição, proibir o comunismo, o Bicho da Madeira consegue esconder o fundamental, aquilo que realmente quer; que a Madeira não deva ter de cumprir as leis da Republica mas que continue a receber dinheiro do Continente.
Mas, começando do principio, a proibição do comunismo. Seria talvez bom que definisse comunismo já que os próprios comunistas se dividem sobre o assunto, como bem demonstra a existência de várias Internacionais comunistas. Se a proposta fosse a da proibição do totalitarismo, da xenofobia e da falta de democracia aí estaríamos todos de acordo. Provavelmente teríamos de pensar nas acções e nas políticas do próprio Bicho da Madeira que seria o primeiro a ter de ser proibido. Basta ver a “concepção” de democracia que ele aplica no arquipélago. Quanto ao resto, às ideias de não estar sujeito às leis da república só mostra a necessidade de haver uma clarificação; se a Madeira quer continuar a ser território Português ou deseja a independência. É que por mim não vejo qualquer problema em libertá-los do jugo dos “cubanos” do “Contenente”.
O que também seria útil era saber qual a opinião da Manuela Ferreira Leite sobre o assunto, mas quem vai participar na Festa anual do Chão da Lagoa deve estar de acordo com as opiniões do Bicho da Madeira. Pelo menos ele diz que andou em grandes risadas com ela com o que foi dito pelos "etilizados" comentadores.

Os novos Emigrantes

Chegada a estrasburgo

Os nossos deputados eleitos nas últimas eleições europeias já chegaram a Estrasburgo e começaram a adaptação às suas novas vidas. Dura esta vida de emigrantes.

sexta-feira, Julho 17, 2009

Uma desgraça nunca vem só

Ave agoirenta

Aquele que em tempos foi avaliado como o pior Ministro das Finanças da Europa, vem animar-nos, dizendo que as coisas estão mal mas podiam estar muito pior e a estranha personagem, que evoluiu de papagaio para ave agoirenta, nos vem dizer que não contemos que as coisas não venham a piorar ainda mais. Vai ser engraçado ver as promessas que vão ter a lata de nos fazer nas eleições.

Casamento de Santo António de Lisboa

Casamento de conveniencia

Afinal sempre houve casamento do António Costa com a Helena Roseta e apadrinhado pelo Manuel Alegre. Segundo consta ela não adoptou o nome do marido e exigiu um acordo pré-nupcial. Estes casamentos de Santo António de Lisboa já não são o que eram.

quinta-feira, Julho 16, 2009

Movimento perpétuo


Hoje tenho aqui mais um brincadeira feita com a música dos "Deolinda", "Movimento perpétuo associativo".

Autarcas da Idade da Pedrada

Idade da Pedra

O presidente da Câmara de Viseu, Fernando Ruas, foi condenado a 100 dias de multa, a 20 euros/dia, por, em Junho de 2006, ter mandado "correr à pedrada" os fiscais do ambiente. Autarca faltou. O advogado vai recorrer.

2000 Euros de multa e o advogado ainda vai recorrer. Só mesmo à pedrada.

terça-feira, Julho 14, 2009

Dimensões diferentes numa mesma realidade.

reflexos

Mais uma retirada da caixa dos bonecos esquecidos.


Missão Afeganistão

Dirty Dozen

Em dez dias, o exército britânico perdeu 15 soldados no Afeganistão, tendo ontem ultrapassado o número de mortos na guerra do Iraque (184). Em menos de 24 horas, morreram oito britânicos em três incidentes na província de Helmand, Sul do Afeganistão, onde forças ocidentais travam ferozes combates com rebeldes talibãs.

Por cá já reunimos o grupo dos duros, o nosso “Dirty Dozen” para ir resolver o problema. O Conselho Superior de Defesa Nacional aprovou, esta quinta-feira, o reforço da presença militar portuguesa no Afeganistão, com o envio de uma companhia de cerca 150 homens em 2010. A estes junta-se o envio, nas próximas semanas, de um Destacamento da Força Aérea, constituído por 40 militares e uma aeronave C-130.
Sei que o Obama nos pediu com jeitinho, mas continuo sem entender porque razão uns gajos de “Burca” com umas kalashnikoves no meio de umas montanhas para lá do além são um perigo tão grande para a segurança do mundo. Estiveram lá os Russos, levaram nas orelhas e agora vai para lá todo o ocidente em força. Parece-me que os milhares de crianças que morrem todos os dias de fome, sede, doença ou vítima de guerras irracionais são um problema bem mais importante e urgente. Mas não, os nosso “indomáveis patifes” parecem concordar que o diabo, o próprio Satanás, vive no Afeganistão.

segunda-feira, Julho 13, 2009

O diabinho que tramou o Engenheiro

O diabrete socialista

Esta foi sem duvida um dos maiores erros do dito Engenheiro. No início, ainda recebeu o apoio da direita mais reaccionária, que aplaudiu as suas reformas, mas quando viram que isso ia ter um elevado custo eleitoral, todos lhe começaram a atirar pedras. Só o Engenheiro, teimoso que nem uma mula, insistiu em manter a Sinistra no governo, mesmo quando já todos viam que ela e as suas politicas estavam mortas. Se perder as eleições em Setembro ela será certamente uma das principais responsáveis. Um diabinho que lhe saiu na rifa.

Deus e o Diabo

Deus e o diabo

O líder do CDS-PP, Paulo Portas, criticou hoje o governador do Banco de Portugal pelas declarações que fez na sexta-feira sobre a comissão de inquérito ao BPN, dizendo que Constâncio "se acha Deus" e "acima da lei".

Deus e o diabo ou vice-versa.

domingo, Julho 12, 2009

Mais uma para demitir

Despedida

Quando um par de cornos foi suficiente para demitirem o Manuel Pinho lembrei-me logo que podiamos utilizar os mesmos motivos para correr com o resto da corja. Fiz logo este boneco da Sinistra Ministra. Não sei se teria dado resultado ou ainda pode dar, mas não custa nada tentar.

Restos de colecção

perseguido

Infelizmente as minhas costas voltaram a ceder e regressou a impossibilidade de estar muito tempo sentado ao computador. Vou tentar manter a regularidade das postagens com alguns bonecos que tenho feitos e que por uma razão ou outra não publiquei na altura. Peço por isso desculpa se não estiverem muito de acordo com a actualidade. Espero saber brevemente qual a gravidade destas dores nas costas e que tudo se resolva rapidamente.
Um abraço a todo os que me visitam e o meu obrigado pelo apoio que sempre me manifestaram (mesmo aqueles que dizem mal de mim e daquilo que penso).
Kaos

sábado, Julho 11, 2009

Leitura para férias

Best of sessões parlamentares

Bons negócios...para alguns

CTT PSD

A informação foi avançada pelo ‘Jornal de Notícias’, que garante que os investigadores da PJ suspeitam que parte de uma verba ainda não localizada – cerca de um milhão de euros em dinheiro – possa ter tido o PSD como destino. A investigação ao ‘caso CTT’ foi concluída esta terça-feira pela PJ e remetida para o Ministério Público. Ao todo, 52 pessoas foram constituídas arguidas, incluindo os membros da administração da empresa entre 2002 e 2005: Carlos Horta e Costa, Manuel Baptista, Luís Centeno Fragoso, Gonçalo Leónidas da Rocha e Vera Patrício Gouveia. Além da suspeita sobre o já referido dinheiro proveniente de subornos, o PSD é também referido como alegado beneficiário de vantagens ilícitas proporcionadas pela então administração dos ‘CTT’.
Manuela Ferreira Leite afirmou que só a época propícia a casos políticos mediáticos pode levar alguém a relacionar o processo dos CTT ao PSD. Num comentário ao fim da investigação à compra e venda de património dos CTT, entre 2003 e 2005 (Governo Durão Barroso), Manuela Ferreira Leite diz que não há qualquer novidade, porque já era esperado que os ex-administradores dos CTT e o autarca social-democrata de Coimbra, Carlos Encarnação, fossem arguidos.

sexta-feira, Julho 10, 2009

Ela nunca disse o que disse

Não disse o que disse

Numa intervenção feita a 25 de Junho durante um jantar com os deputados sociais-democratas na Assembleia da República: a líder da Oposição propunha-se, então, "repudiar todas as receitas que o PS tem estado a adoptar para o país" e prometia "rasgar e romper com todas as soluções que têm estado a ser adoptadas em termos de política económica e social".
Ontem, numa sessão do Fórum Portugal de Verdade afirmou: “Eu nunca disse que rasgaria políticas sociais. Não há nenhuma medida a que o PSD se tenha oposto ou tenha sequer criticado. Mas há uma coisa que eu critico: é que a maioria delas não tenha passado de anúncio. Isso sim. Se o Eng. Sócrates anunciasse e se elas tivessem em execução, na prática, o país não estava como está”, afirmou.

Já se está a tornar um hábito que a Manelinha tenha de vir num dia dizer que não disse o que disse na véspera. Para quem fala de uma politica de verdade não lhe fica muito bem.
Antes das eleições europeias todos diziam que o Sócrates tinha as legislativas já ganhas, depois todos já lhe encomendavam o funeral, mas cada vez que a Manelinha fala é ela que se enterra um pouco mais.

O Layoff governamental

Ferias legislativas

O Governo de José Sócrates está, definitivamente, em gestão corrente, assim como a própria Assembleia da República, a fonte de poder do executivo.
Cavaco Silva pediu aos partidos e ao Governo para ponderarem devidamente todas as leis que querem aprovar tendo em conta o período pré-eleitoral do país. E baliza as suas intenções: diplomas que sejam objecto de forte divisão partidária, que provoquem fracturas ou que dêem lugar a fortes encargos orçamentais no futuro, não passarão na análise do Presidente. Cavaco Silva poderia dizer de forma mais simples: o Governo está em gestão corrente.

O Sr. Silva decretou que o governo entrou de férias e que já não governa neste país. É uma espécie de layoff político. O homem vem dizer-nos que temos de trabalhar mais, de ser mais produtivos e depois dá férias antecipadas aos governantes. Pensando bem, como ninguém tem solução para a crise, estarem lá ou não estarem não muda nada, mas é pena que impeçam os governos de governar exactamente nesta altura, antes das eleições, que é a única altura em que podemos ter esperança de, em busca de uns votos, nos darem qualquer coisinha. É que depois são mais quatro anos de apertar o cinto para uns enquanto nos indignamos com a ostentação e impunidade de outros.

quinta-feira, Julho 09, 2009

O Teixeira das Finanças Vs Teixeira da Economia

Finanças vs Economia

Depois da “marrada” do Manuel Pinho, o Ministro de Estado e Ministro das Finanças, Teixeira dos Santos, assumiu também a pasta de Ministro da Economia. Gosto de imaginar o Teixeirinha, quando está no Ministério das Finanças a imaginar como vai “esticar” o dinheiro e diminuir o défice e quando está no Ministério da Economia a prometer aos empresários os milhões que o Ministro das Finanças não tem vontade nenhuma de gastar. No Conselho de Ministros provavelmente anda ao estalo consigo próprio.

Já só faltam 81 dias

Alvo a abater

Já só faltam 81 dias quando penso que, já faltou mais, que gosto de ter um objectivo para alcançar, um momento de alegria no meu futuro, mas quando estou mais em baixo, mais lixado por ele, mais farto de o ver e ouvir não posso pensar que ainda faltam 81 dias. Em ambos os casos há algo que me pewrtuba
Já só faltam 81 dias quando penso que, já faltou mais, que gosto de ter um objectivo para alcançar, um momento de alegria no meu futuro, mas quando estou mais em baixo, mais lixado por ele, mais farto de o ver e ouvir não posso pensar que ainda faltam 81 dias. Em ambos os casos, há algo que me perturba, algo que me assusta; a alternativa que nos querem oferecer, a Manuela Ferreira Leite. Imaginam-na junto a um Portas e comandada de Belém por um Cavaco Silva. Se a isso juntarmos a possibilidade de um Santana Lopes em Lisboa imaginem lá o cenário. Uma alternativa para impedir todo este alterne é urgente e necessária. Alguma ideia?

quarta-feira, Julho 08, 2009

O Papa, O G8 e Láquila a tremer

Nova ordem Mundial

O Papa Bento XVI defende na terceira encíclica, "Caritas in Veritate": "Para governar a economia mundial, para sanear as economias afectadas pela crise, para prevenir seu agravamento e maiores desequilíbrios consequentes, para alcançar um oportuno desarmamento integral, a segurança alimentar e a paz (...) urge a presença uma verdadeira autoridade política mundial".
Entretanto o papa Bento XVI receberá na quarta-feira, no Vaticano, as esposas dos chefes de Estado e de Governo que estarão na cúpula G8, (os sete países mais desenvolvidos e a Rússia) em L'Aquila, no centro da Itália.

O sonho do “Senhor do Mundo”, sonho que já criou tantos milhões de mortos ao longo da História continua a surgir de tempos a tempos. Felizmente, até agora todos acabaram por ser internados ou mortos na sua loucura, mas isso parece não impedir que outros surjam de vez em quando. Numa altura em que os “mais poderosos” se reúnem para decidir sobre o destino de todos nós, o que se apelida de representante de “Deus” na terra, vem defender que devemos escolher um outro “Senhor” que nos guie e nos conceda o direito à existência pela caridadezinha. O que nós pensamos, os povos deste mundo, não parece ter qualquer importância. Estes Bilderbergs, estes Iluminatis, estes Opus Dei consideram que chegou a hora de assumirem publicamente o poder que têm vindo a exercer nas catacumbas. Estes, os verdadeiros culpados pelo actual estado do mundo vêem agora dizer-nos que é sob a sua batuta que acabarão as guerras que incentivaram, a fome que permitiram, a pobreza que criaram, a miséria de que se alimentam e o mundo que destruíram. Que L'Aquila trema e os soterre nas profundezas do inferno enquanto o Papa vai entretendo as suas mulheres.

O génio do Relatório Parlamentar

Relatório do BPN

Relatório sobre BPN divide comissão parlamentar
Vai mesmo acabar em discórdia o relatório da comissão de inquérito parlamentar à nacionalização do Banco Português de Negócios. A deputada socialista, Sónia Sanfona, que redigiu o documento considera que a nacionalização foi a opção certa e que a actuação do Banco de Portugal foi adequada. Os partidos da Oposição não concordam e vão chumbar o relatório.

Ora aí está uma comissão parlamentar que acaba bem para todos. O PS iliba as suas culpas e safa o Constâncio e todos os partidos da oposição ficam com mais armas de arremesso para atirar ao Sócrates. Nós ficamos na mesma, com os bancos a fazerem o que desejam, o Constâncio a inchar com os salários Milionários, a comunicação social satisfeita com mais um assunto para entreter o pagode e os partidos com assunto para se acusarem.

terça-feira, Julho 07, 2009

O auto-exilado

O emigrante

Todos já ouvimos falar da hipótese aventada pela pianista Maria João Pires de abdicar da nacionalidade portuguesa. É triste ver uma artista com ela tão zangada com o seu país e nem quero discutir as suas razões. Não compreendo em caso nenhum que, por atitudes tomadas por algum governo alguém renuncie à sua origem e ao seu passado como se todo um povo e um país fossem seus inimigos. Ficam os discos e a sua arte.
Aproveitando a boleia, também o Miguel Sousa Tavares se desejou “exibir”, ameaçando com a sua ida para o Brasil. Eu, e acredito que muitos portugueses como por exemplo os professores, só lhe podemos desejar boa viagem e que apanhe muito sol. Talvez a Tv Globo lhe arranje um cantinho para destilar o seu veneno e consiga vender por lá os seus romances, que nunca li mas não gosto. (Não li e, com tanto livro bom que ainda tenho para ler, provavelmente nunca o farei). Boa viagem que não deixa muitas saudades.

Um mundo para os nossos filhos

ecologia

Hoje vou colocar aqui um texto que a minha filhota escreveu e que, de uma maneira simples, diz muito daquilo que nós, os mais velhos parece não conseguir entender, ou pior que entendemos mas nada fazemos para o modificar. O futuro é dela e dos vossos filhos e por isso é nossa obrigação ouvir o que nos têm para dizer, aquilo que exigem que não façamos com um mundo onde eles terão de viver.

Senhoras e senhores,

Gostaria que soubessem aquilo que penso em relação ao estado do Planeta e aquilo que nós, os humanos, estamos a fazer ao planeta em que vivemos.

O Homem, ao longo de muitos séculos sempre afirmou ser o animal mais inteligente, um animal racional, mas, pelo que a humanidade tem demonstrado, o Homem deveria ser considerado o menos inteligente. Afirmo isto porque, apesar do Homem saber e de ter consciência dos seus actos, continua a fazer tudo como se nada fosse e sem pensar nas consequências.

As pessoas consomem cada vez mais, muitas vezes sem necessidade, quando afinal deveriam consumir apenas quando fosse necessário.

A humanidade já desequilibrou o ecossistema que é o mundo, agora, a única coisa que podíamos fazer, era tentar não o desequilibrar mais e esperar que a Natureza voltasse a equilibrá-lo. Mas para isso, era necessário que as pessoas abdicassem de muitos confortos e vantagens, que infelizmente não querem abdicar. Não estão dispostas a fazer esse sacrifício pelo Planeta Terra.

Estou a alertar todas as pessoas possíveis para que a situação não se agrave, mas infelizmente não é apenas uma pessoa que vai conseguir mudar a forma de viver nem de pensar das pessoas.

Existe um equilíbrio, que é como uma harmonia, muito frágil. Nesse equilíbrio tudo está ligado: todas as plantas, todos os animais, todos os lugares, e tudo o que acontece tem um significado. Mas quando o Homem descobriu o petróleo, as populações cresceram e foi preciso mais e mais petróleo, sempre mais. De maneira que as cidades cresceram e por isso, muitos habitats foram destruídos e com eles as suas espécies de animais e plantas, provocando assim a extinção de muitas. Foi a partir daí que o homem destruiu esse equilíbrio. Agora a Humanidade é dependente do petróleo, do ouro negro, o que se torna cada vez mais perigoso, causando assim o efeito bola de neve; ou seja, se continuarmos assim o problema irá continuar a agravar-se com consequências terríveis, que não conseguimos sequer imaginar.

Eu pergunto-me se será isto que queremos, se será este o nosso futuro! O nosso sistema não poderá funcionar durante muito mais tempo. Por isso vamo-nos juntar e deixar de atirar lixo para o chão, vamo-nos juntar e reciclar, vamo-nos juntar e comprar apenas o necessário, vamo-nos juntar e andar o menos possível de carro, utilizar transportes públicos e bicicletas, vamo-nos juntar e poupar água, vamo-nos juntar e mudar este sistema que é a nossa cultura consumista, vamo-nos juntar e proteger a nossa casa, o nosso Planeta!!!

Sara

segunda-feira, Julho 06, 2009

BE abre época de caça ao Sócrates

O caçador

Francisco Louça apresentou hoje o programa do BE para as próximas legislativas. Tem ideias boas e outras más, como todos os programas de governo no papel. Infelizmente não é um verdadeiro programa de governo, mas simplesmente um programa de intenções e ideias já que o BE tem tantas possibilidades de ganhar as eleições como eu de ser contratado para jogar futebol no Real Madrid. Infelizmente também o BE escolheu dar primazia aos seus interesses pessoais ao dos portugueses, não nos apresentando uma verdadeira alternativa de poder. Infelizmente também o BE nos condena a mais quatro anos de governos PS e/ou PSD, à perda de mais direitos, ao aumento da precariedade no emprego, da pobreza e de destruição do serviço publico ao não apresentar uma alternativa de unidade de esquerda que nos possibilitasse uma aposta num primeiro ministro que pudesse aglomerar toda a esquerda.
O principal objectivo apresentado pelo Louça é o de não possibilitar uma nova maioria absoluta do PS, (como se ela ainda fosse possível), ficando nós sem entender se o faz porque deseja ser alternativa de viabilização de um governo socretino, ou porque gostava de os ver governar coligados ao CDS e/ou PSD. Estranho também que, numa altura em que o PSD parece ter tantas possibilidades de ser governo como o PS, sejam estes os seus únicos alvos. Pessoalmente eu sei da desgraça que seria para Portugal mais um governo do dito “Engenheiro”, mas temo ainda mais um governo da Manuela Ferreira Leite com um Cavaco por detrás. Será que ter mais um ou dois deputados sentados nas cadeiras da Assembleia da Republica justifica que tenhamos de sofrer mais estes anos de desgraça e de subserviência do neo-liberalismo da União Europeia?

Partilhe