terça-feira, agosto 22, 2006

Palavra de Gato

-Não, mas é que esse pessoal humano está mesmo a andar de cavalo para burro.
- São o maior inimigo que enfrentamos, irmãos.
- Sabes os que aconteceu lá no meu sítio? Uma mãe gata teve gatinhos e uns humanos mal-encarados que não os queriam ali desataram à mangueirada neles. Apareceu uma velha que levava baldes de lexívia e detergente para atirar neles. Mesmo malvada, a bruxa humana. Mataram a mãe e todos os filhos, menos um que foi salvo pelo senhor engenheiro, aquela única boa pessoa que conhecemos aqui por perto, dos que estão já em vias de extinção como nós.
- Disseram que era por causa da gripe das aves... Entram em histeria por causa da doença das aves. O que fazem agora aos gatos é o mesmo que farão em relação ao vizinho do lado quando o virem com a tal gripe.
- Olha mano, essa gente é toda tarada. Esse mundo chegou a um ponto… com a perversão desses humanos que se matam e se violentam uns aos outros. Imagina o que nos fazem a nós...
- Atropelam, capturam e matam, invadem nossos espaços com aqueles prédios de betão...
- Envenenam-nos, afogam-nos, exterminam-nos…
- Como fazem a eles mesmos…
- O humano é mesmo um bicho imoral e anti-natura…
- Puta que o pariu!

8 comentários:

  1. bem pensado, kaos!
    Parabéns.
    Sim uam boa reflexão sobre o que o ser humano é em relação aos outros animais. E isso é porque pensa que está acima deles...
    Jinhos

    ResponderEliminar
  2. tb:
    Este como outros posts têm sido colocados pela Kaotica que em boa hora voltou a colaborar comigo aqui no blog. Uma voz diferente e que, como o Jorge Matos, me ajuda a dar um pouco de mais qualidade aos textos que aqui publico.
    bjos

    ResponderEliminar
  3. Belo texto da Kaotica!

    "- O humano é mesmo um bicho imoral e anti-natura…
    - Puta que o pariu! "

    Subscrevo! Valha-nos as pessoas como o senhor engenheiro, são poucos, mas ainda os há! Quanto às bruxas malvadas e bestas de duas pernas... Puta que os pariu!

    ResponderEliminar
  4. Este post serve acima de tudo para reafirmar o meu repúdio pelo que eu soube que se está a passar em Algés, onde facínoras sem coração continuam a dizimar gatos, essa bela espécie animal que dantes povoava e caracterizava os telhados deste burgo.

    ResponderEliminar
  5. Fantástico post Kaótica. Eu tenho uma gatinha deficiente, por isso este post toca-me um pouco... O ser humano consegue ser mesmo vil... Espanta-me o que a minha espécie é capaz de fazer aos animais e mesmo às pessoas. É muito triste a burrice, mesquinhez, ignorancia e maldade de algumas pessoas. Claro que há excepções, pessoas muito bondosas para com os animais e disso há bons exemplos aqui na blogosfera. Quanto às pessoas que são capazes de fazer alguma maldade aos animais, eu digo, vão para a puta que os pariu!!! Oxalá sofram pelo menos o que fazem sofrer os animais!!!

    ResponderEliminar
  6. então parabéns á kaotica... e as minhas desculpas, não costumo reparar no nome. Vou passar a ter mais cuidado.
    Beijinhos para todos

    ResponderEliminar
  7. meu coração está em pedaços... será que os humanos estão perdendo a almas? Eu tenho vergonha de pertencer a esta espécie tão inconsequentes...Descupas gatinhos...mas meus irmão estão ficando sem a razão!!!!Se calhar é por isso que a guerra anda na moda....

    ResponderEliminar
  8. Os humanos já perderam o coração há muito. As vítimas são os gatos, os cães, as árvores, os pobres, os excluídos, tudo o que incomode a vida higienizda e de "progresso" material que os "humanos" pretendem. O animal humano é mais selvagem do que o animal selvagem. Esta era uma frase q estava escrita à mão num cartaz artesanal numa rua de Arcozelo (gaia) por onde anos passei. E é bem verdade.

    ResponderEliminar