quarta-feira, Setembro 30, 2009

Uma questão de prioridades

Feira popular ou IPO

Santana Lopes anunciou o seu intento de ver a Feira Popular «no Parque da Bela Vista», no mesmo terreno que o actual executivo camarário destinou para o Instituto Português de Oncologia (IPO).

Uma questão de prioridades, e para festas, casinos e feiras não há como o Santana.

A peixeirada do Portas

A peixeira

O Paulo Portas foi, sem duvida nenhuma, aquele que ficou mais satisfeito com os resultados eleitorais que conseguiu. Subiu em número de votos e de deputados e ficou o único partido em condições de fazer um acordo ou aliança com os Sócretinos, gente de quem acabou por ser o maior aliado nestas eleições. Enganosamente tenta convencer-nos que foi o responsável pela perda da maioria absoluta do PS, quando essa maioria à muito estava perdida. Não foi ao PS que o Portas foi roubar votos, mas sim ao PSD, aproveitando a desastrosa campanha da Manelinha Ferreira Leite, e facilitando a vitória daquele que diz ser o seu inimigo, os Sócretinos. Esta subida do CDS só prova que, em tempos de crise e de desespero, recorrer ao populismo, o nacionalista e aos mais baixos sentimentos humanos, como a inveja e capitalizando o “ódio” que pregou aos imigrantes e ao rendimento mínimo, dá resultado. Aproveite o momento e “reze” para que a confusão continue a reinar no PSD, pois mais cedo ou mais tarde não há peixeiras nem peixeiradas que lhe segurem os votos.

terça-feira, Setembro 29, 2009

A vitória de ficar em 5º lugar

premio quinto lugar

Ouvir as declarações de alguns partidos na noite eleitoral tornou-se quase dramático. Todos queriam cantar vitória mas alguns tiveram alguma dificuldade em o fazer. O PCP foi um deles e ficou ridículo quando usaram a não maioria absoluta, o aumento de 30 mil votos e um deputado como uma grande vitória. Não foi, quando havia mais meio milhão de eleitores, (quase tantos como os desempregados), um governo do PS que tinha criado tanta gente a odiar o Sócretino e foi ultrapassado pelo BE, que duplicou o numero de deputados e pelo CDS que passou a terceira força parlamentar com mais de 10% dos votos. É o que dá querer que “vá cada um na sua bicicleta”, arrisca-se a ficar em ultimo lugar.

Um festa estragada

Alegria da derrota

A noite até que não lhe tinha começado mal. As sondagens davam-lhe mais votos, mais deputados, estava à frente do CDS e o PS estava acima dos 38%. Razões para celebrar e cantar vitória. Vitória que tiveram ao duplicar o numero de deputados, sem duvida, mas uma festa estragada porque acabaram por os seus votos somados aos do PS não permitirem uma maioria na Assembleia e assim manter uma possibilidade de negociar com os Sócretinos. Isso e ainda acabaram ultrapassados pelo CDS, esse sim a ocupar a posição e a ter o poder que o bloco pensava ir ter. Uma vitória com um travo amargo esta do BE.

segunda-feira, Setembro 28, 2009

A hora da verdade

O outdoor da despedida

Qual será o próximo lider que o PSD vai queimar?
Aceitam-se apostas.

Afinal sempre somos masoquistas

vencedor eleições

Parece que os portugueses desejam continuar com os Sócretinos a governar este “jardim à beira-mar plantado. Espero que quem votou nele tenha consciência daquilo que fez e não venha amanhã “chorar baba e ranho” sobre “leite derramado”. Eu, certamente não votei.
Como mal já estamos e não vejo muitas melhoras no horizonte vou tentar descobrir que vantagens podem estes resultados eleitorais ter. Uma é directa, a de não ganhar a mulher mais asfixiada do país, a Manelinha Ferreira Leite. Um bónus, seria que, para resolver o seu problema de falta de ar, fosse viver para o paraíso da liberdade e democracia que é a terra do Bicho da Madeira. A outra vantagem que vejo é a de isso ser o pior que pode acontecer ao Sr. Silva, que terá de vir dar explicações sobre as escutas, as noticias falsas e a sua participação em tudo isso. A serem verdade as suspeitas, vai ter de tomar uma posição, resignado ao cargo se tivesse um bocado de vergonha na cara, o que duvido, ou então, sem vergonha nenhuma vir falar de coabitação institucional com o novo governo. Deixando cair a máscara poderá até tentar um governo de iniciativa presidencial em nome da salvação nacional. Neste caso terá que ter muito cuidado para não morrer ao cair de uma cadeira, para não ser igual em tudo ao “maior português de sempre”. Honestamente não vejo mais nenhuma vantagem na eleição do “Pinocrates”, antes pelo contrário são tantas as desvantagens que se torna impossível nomeá-las a todas.
Preparemo-nos que, agora que o Engenheiro pode tirar a máscara de bonzinho e voltar a ser aquilo que é, vêm ai tempos difíceis, onde se aprendemos alguma coisa com esta desgraça, é que temos a obrigação de trabalhar para que da próxima vez, haja uma verdadeira alternativa de poder contra os partidos de alterne.

domingo, Setembro 27, 2009

Resultado final das eleições


Antes de todos os outros canais noticiosos e de todas as empresas de sondagens, aqui deixo, em primeira-mão, o resultado final destas eleições, com 100% de certeza.

Será agora que vai falar?

Hora do Horror

Agora que se aproxima a hora da verdade, a hora em que acaba a desculpa das legislativas para não falar que vai dizer e fazer o Sr. Silva. Vou ficar à espera, mas sentado, que muito provavelmente vai esconder-se atrás das eleições autárquicas para continuar a nada dizer.

Hoje é dia de eleições.

Historia da Carochinha

sábado, Setembro 26, 2009

História da Socretinha

Historia da Carochinha

Historia da Carochinha

Historia da Carochinha

Historia da Carochinha

Historia da Carochinha

Historia da Carochinha

A CONTINUAR BREVEMENTE

O poder da manipulação

O manipolador

Supondo que as sondagens estão correctas, parece que o PS já tem a vitória garantida e no “saco de gatos” do PSD vai recomeçar a guerra de poder. Não podiam ter escolhido pior personagem para candidata; não tem imagem, não sabe falar e quando o faz as coisas saem-lhe pela boca antes de passarem pelo cérebro, quando se olha para o seu passado na governação só encontramos uma Ministra a quem os estudantes baixaram as calças e lhe mostraram o cu ou outra em que vendeu tudo, inclusive os créditos do fisco ao City bank para mascarar o défice sem o resolver e tem mais inimigos no PSD que fora dele. Pior não podia ser e o resultado das eleições vão prová-lo. Falta saber porque escolheu o PSD a pior candidata possível? Será porque muita gente do PSD está satisfeita com a governação do Sócrates que aplicou medidas que eles nunca tiveram a coragem de aplicar? Ou será porque os senhores do Mundo assim o decidiram nas tenebrosas reuniões dos Bilderberg onde todos os que anseiam ao poder vão ser avaliados e doutrinados?

sexta-feira, Setembro 25, 2009

Magalhães, forever

Magalhães

O deputado social-democrata, Pedro Duarte, considera tratar-se de uma «desculpa de mau pagador» o adiamento da continuação do programa Magalhães. Ainda assim, o PSD promete dar continuidade a este programa se vencer as eleições no próximo domingo.

Afinal parece que o PSD não é tão contra ao Magalhães como poderia pensar quem os ouviu falar durante o último ano. Se calhar era uma questão de cor e preferem o laranja e quem sabe de nome. Talvez “Cavaco” ou “Blasemão” ou, melhor ainda, “Sá Carneiro”.


A sondagem

A escolha do desejo

Segundo a sondagem que ontem saiu, o Sócretino já deu a volta ao texto e uma vez mais conseguiu vender o pior produto da sua lista de vendedor de banha da cobra, a sua própria pessoa. Segundo a sondagem pode agora escolher qualquer dos partidos com assento parlamentar para fazer uma coligação. Pode até governar sozinho e ir vendendo um ou outro favor, uma ou outra proposta a um qualquer partido de acordo com a sua vontade. Pode ser mau, hipócrita, mentiroso, aldrabão, homem de mão dos Bilderberg, que é também mais esperto que todos os outros. Burros e bestas de carga somos nós que vamos sofrer mais alguns anos das suas politicas e aldrabices. Tanto desejaram correr cada um na sua bicicleta que agora o vêm cortar a meta bem lá à frente de todos. Isto, se não aparecerem por aí mais masoquistas a dar-lhe uma nova maioria absoluta. Uma perspectiva assustadora e que justificaria o pensar em fugir deste país. Resta a esperança que as sondagens se tenham enganado de novo.

quinta-feira, Setembro 24, 2009

Quem o consegue parar?

Terminator

Desculpem lá só fazer bonecos sobre a demissão do Fernando Lima pelo Sr. Silva, mas não resisti a fazer mais um boneco e tenho esperança que este caso ainda me venha a dar possibilidade de mais alguns. É que isto não pode ficar só por aqui.

O Cordeiro de Belém

O Cordeiro

Há quem nos queira fazer acreditar que o Sr. Silva está silenciosamente abrigado em Belém porque não quer influenciar as eleições, mas parecem esquecer que isso foi o que queria fazer quando tentou lançar a notícia das escutas durante a campanha. A coisa correu mal e ao que parece não vai ter a coragem de assumir a culpa e resignar ao cargo. Prefere sacrificar um amigo, conselheiro e colaborador de longa data para se esconder por detrás dele. Virá o Sr. Silva a ser o primeiro Presidente da Republica desta democracia que não virá a e ser reeleito para um segundo mandato?

quarta-feira, Setembro 23, 2009

Dormir com o raptor

Refem

Li algures por aí que os Sócretinos iam ficar reféns do Bloco de esquerda. Mário Soares já tinha dado o mote quando afirmou que não lhe repugnada uma aliança entre o PS e o BE. Estes já colocam outdoors onde afirmam “Estamos prontos”. Também o Jerónimo afirmou que é prematuro falar em coligações. «Não podemos pôr o carro à frente dos bois». Será a esquerda possível do Manuel Alegre? Ou vem aí o centrão? Ou vêm aí eleições Presidenciais?

O Sacrifício

Sacrificio

Fernando Lima, responsável pela assessoria para a Comunicação social da Presidência da República e conselheiro de Cavaco Silva desde que este ocupou pela primeira vez o cargo de primeiro-ministro, em 1985, foi esta segunda-feira afastado do cargo por pelo próprio Cavaco Silva.
Se bem me lembro, essa notícia ligava directamente o Sr. Silva à tentativa de lançar publicamente a ideia de que o governo andava a espiar a Presidência da Republica. Para se ver a pulhice da tramóia havia a intenção de tentar fazer acreditar que a noticia teria origem na Madeira. Já aqui disse que a ser verdade, como o “despedimento” do Fernando Lima parece provar, o Sr. Silva teria de resignar ao cargo por violação dos seus deveres e responsabilidades. Mas, como parece acontecer cada vez mais na ética politica, parece que vão tentar tapar a “inventona” com uma demissão. Sacrifica-se um assessor para salvar o chefe, encobre-se a mentira com outra mentira. Reconheça-se a fidelidade de Fernando Lima, que aceita ser pregado na cruz para salvar o Sr. Silva. Veremos qual a recompensa que vai receber e que lugar vai ocupar no futuro alguém que conspirou para promover uma guerra entre o governo. Claro que posso estar enganado na compreensão de tudo isto que está a acontecer, mas…

terça-feira, Setembro 22, 2009

A esquerda impossível

Don Quixote

Num discurso fortemente aplaudido, o ex-candidato presidencial, Manuel Alegre, defendeu que é preciso "um governo de Esquerda, da esquerda possível", do PS. Mas deixou também o alerta para a necessidade de um Governo que seja "capaz de se renovar" e de "nunca esquecer que o poder é um meio para servir as pessoas".

Estou certo que o Sancho Alegre sabe bem que o governo dos Sócretinos não serviu as pessoas mas sim os interesses de alguns e que o próximo vai ser mais do mesmo. Sabe e fala da “esquerda possível”, como se a esquerda pudesse ser possível ou impossível. É uma esquerda, mas uma esquerda pequenina, muito, muito pequenina, mas a esquerda possível. Uma esquerda que vive anafadamente dentro do capitalismo, que o defende e serve, mas lá no fundo, muito pequenininha, lá está a esquerda a acenar o casamento homossexual. A esquerda possível, como se isto fosse esquerda. Será que o amor “clubista” ao PS justifica negar as evidências?


Assassinato ou suicidio?

A morte do cavaquismo

Hoje é o dia em que faço o funeral ao Sr. Silva após o seu haraquiri com as famosas escutas em Belém. A ser verdade que foi da sala do Presidente que saiu a ordem para lançar a noticia de que o governo andava a escutar Belém e se provar que tudo isto foi feito para beneficiar e contribuir para a campanha da “asfixia democrática” da Manelinha, ao Sr. Silva só lhe resta a possibilidade de resignar ao cargo. Acabou a independência devida a um Presidente, falhou nas suas funções ao não defender a democracia e o dever de isenção. Paz à sua alma. Se não for verdade, então temos de concordar que os Sócretinos estão muitos anos-luz à frente do Manuelinos na forma de fazer politica suja. Seja um ou outro caso, queremos ver o assunto esclarecido pois ficaremos sempre a ganhar. Um deles terá de ser corrido do poder e por isso exigimos que o Procurador, sempre tão solicito para investigar os alunos que têm telemóveis nas aulas ou alguém que espirre no passei publico, investigue o caso e acuse os culpados. Não como no caso do envelope nove ou dos voos da CIA, em que tudo se arrastou para depois a montanha parir um rato, mas acusando os culpados para que nos vejamos livres deles de uma vez por todas.

segunda-feira, Setembro 21, 2009

Música Celestial

Musica Celestial

Voto no CDS é "música celestial", avisa Marcelo Rebelo de Sousa.
Marcelo Rebelo de Sousa, “o Professor”, veio defender a bipolarização do voto nas próximas eleições no Sócrates e na Manuela Ferreira Leite. Como não quer o Sócrates aconselha o voto na Manelinha e avisa-nos que o voto noutros partidos é votar Sócrates. Como diz, o voto na Manelinha “não cai do céu” e “o resto é música celestial”.

Quando era criança e fui confrontado com a Religião, sempre estranhei a crueldade das história que contava, com um Deus castigador, que ordenava a um pai que matasse o seu filho como prova da sua obediência, que provocava dilúvios, matando milhões, para castigar o homem e muitas outras. Pior, a falta de fé conduzir-nos-ia inevitavelmente para um inferno de crueldade e sofrimento eterno. Também agora quando votar, me prometem o céu da Manelinha ou me condenam ao inferno Sócretino. Se na altura a aquele daquele Deus não me assustou, também agora a deste professor não me convence.

Um pacto com o Diabo

Manifestação de Professores

A Assembleia da República, em Lisboa, foi hoje o ponto de confluência de centenas de professores — mil, segundo a polícia, e 1500 a dois mil, segundo a Associação de Professores e Educadores em Defesa do Ensino — que antes se tinham concentrado frente ao Ministério da Educação, contra a política educativa do Governo, e ao Palácio de Belém, “contra o silêncio do Presidente da República”. A manifestação, a última antes das eleições, foi convocada por três dos movimentos independentes nascidos da contestação ao modelo de avaliação docente, que deixaram sobretudo um apelo: “Votem em quem quiserem, menos no Partido Socialista de Sócrates”. Um cartaz resumia a ideia: “Se Sócrates se candidatar ao governo do inferno, nós votaremos no diabo”.

Desde o momento que os Socretinos na figura da Sinistra Ministra chegou ao poder e começou o seu ataque à escola publica e aos professores que me coloquei ao lado da sua luta pela dignidade e por uma escola que transforme os meus filhos em cidadãos e não em mão de obra barata para servir os grandes grupos económicos. Afastei-me quando comecei a ver que muitos pareciam esquecer os verdadeiros problemas para a trocarem por uma luta pessoal e partidária. Esta frase, em que aceitam fazer pactos com o diabo só para derrotar um homem e não uma politica, convence-me que fiz bem. Como dizia a canção de Sérgio Godinho, “para melhor está bem, para pior já basta assim”.

domingo, Setembro 20, 2009

A Manelinha e os medo do papão Socretino

Paranoica

A presidente do PSD considera as alegadas escutas como um entre vários casos, que surgem em período eleitoral e "vindos sempre do mesmo lado. Na mesma entrevista, Manuela Ferreira Leite afirma que "Tenho sério receio do que vai acontecer ou do que é que aconteceria a partir do dia 27 de Setembro se o Partido Socialista ganhasse as eleições. Do que é que aconteceria a todas as pessoas que, neste momento, formam equipa comigo. Sinto sério receio disso. Não é possível em democracia sentirmos receio disso, é a primeira vez que tal sucede".
Qualquer psicóloga poderá fazer a leitura destas palavras e explicar-nos que trauma terá sofrido a Manelinha na sua juventude. Imagino que antes de ira para a cama espreitava para debaixo dela e ficava transida de medo durante toda a noite com medo do papão. Mas, tem uma solução facílima para o seu problema. Se os Socretinos ganharem as eleições, muda-se para a Madeira, esse exemplo de democracia, onde o seu amigo Jardim arranjará certamente um lugarzinho para ela e para a sua equipa.
Alguém explica a esse bacalhau seco que o que o portugueses querem ouvir são ideias para melhorar a vida dos cidadãos e não as parvoíces que anda a dizer por aí.

O governo de salvação Nacional

O meu deus

Deus Pinheiro veio dizer que o PSD deseja governar com uma maioria absoluta. Se não for possível vai-se para o acordo parlamentar e se mesmo assim não for possível vem o governo de Salvação Nacional. Sombria perspectiva esta se considerarmos que há por ali quem diga, “na brincadeirinha”, que o ideal seria suspender-se a democracia durante algum tempo. Isso e que em Belém está sentado o Sr. Silva.

sábado, Setembro 19, 2009

Votos à venda

A feira de votos

António Preto e Helena Lopes da Costa estão alegadamente implicados na compra de votos por parte dos deputados do PSD. Nas eleições para a Direcção Nacional e para a Distrital de Lisboa houve quem comprasse votos por 25 e 30 euros para melhorar o resultado eleitoral de um determinado candidato.
Uma das estratégias de angariação de inscritos no PSD passaria pela contratação de avençados em juntas de freguesia que, para manterem os empregos, garantiriam a manutenção do poder ao presidente da sua secção.

Claro que a Manuela Ferreira leite fugiu de comentar o assunto. Viva a politica de verdade.

Escutas em Belém.

Paranoico

Voltaram à baila as famosas escutas que uma “fonte bem informada” de Belém tinha lançado para ao ar alguns dias antes da Manuela Ferreira Leite colocar como tema de campanha a “asfixia democrática”. Voltaram e com a notícia de que essa “fonte bem informada” foi um dos principais assessores do Sr. Silva e por ordem deste. Mais, a ideia passava tentar que a suspeita das escutas em Belém não viriam dai, mas da Madeira. Questionado sobre o assunto o Sr. Silva disse que como estamos em campanha eleitoral nada vai dizer, mas avisa que mal terminem vai abrir uma investigação sobre as questões da segurança.
O que não bate certo aqui? Primeiro, para quem diz que não se quer meter nas eleições, é estranho que tenha escolhido exactamente a campanha para atirar com esta suspeita para o ar. Depois parece que ninguém estranha a hipocrisia o Sr. Silva, mesmo que a suspeita de escutas tivesse fundamento, tenha tentado esconder que a noticia saiu de Belém e que tentou que parecesse que tinha sido originada na Madeira. Porque não fala claro o Sr. Silva? Que tem a esconder e que objectivos pretende atingir? Para a palhaçada ficar completa só faltava mesmo o seu ar indignado a avisar que vai abrir um processo para esclarecer tudo. Hipocrisia, mentira e falta de vergonha não lhe faltam.

sexta-feira, Setembro 18, 2009

O filho do pai ... dos pais

O dia do pai

O Pai dos Pais, Albino Almeida que, durante esta legislatura, tanto apareceu em todas as televisões representando os pais, apareceu mais uma vez, só que agora durante o tempo de antena do PS. Eu sou pai e sempre disse que ele não me representou, pois defendo uma escola pública de qualidade e democrática e não uma fábrica de mão-de-obra barata e não me representa quando defende o voto nos socretinos. Vão os pais aceitar que quem se diz falar em seu nome seja mais um fantoche do poder que em representar as ambições e expectativas do pais quanto à vida escolar dos seus filhos?

Agora todos querem ter piada

Stand-up comedy

Cavaco Silva, no final da tarde de terça-feira, contou que foi aconselhar-se com um assessor sobre o que dizer na cerimónia dos prémios Gazeta. "Elogie os jornalistas e a Comunicação Social, sublinhe a isenção, a independência, diga que agora gasta pelo menos 30 minutos a ler os jornais todos os dias e não apenas 5 minutos, que vê os telejornais, incluindo o de sexta-feira, o de sábado e o de domingo", sugeriu o assessor, contou o próprio presidente. "Eu disse: não pode ser, porque se faço isso dizem imediatamente que estou a passar a mão pelo pêlo dos jornalistas para eles dizerem bem de mim". Foi então que o assessor o aconselhou a "ir pelo caminho contrário", fazendo uma análise crítica do jornalismo social, sugestão também declinada por Cavaco Silva, que confessou temer que algum jornalista "pegasse no sapato" e lho atirasse.

Não sei se por influencia do programa dos Gatos-fedorentos ou simplesmente porque lhe apeteceu, ouvi o Sr. Silva. Alguém devia fazer a boa acção de lhe dizer para nunca mais o fazer; Não tem jeito nem graça.

quinta-feira, Setembro 17, 2009

A Corrida do paspalho

Correr para novo mandato

Durão Barroso lá vai a caminho de um segundo mandato como Presidente da Comissão Europeia, ou seja vem aí mais do mesmo. Bem pode dizer que vai fazer isto e aquilo que todos sabemos bem que lá está só para servir os interesses dos grandes da Europa e lacaio dos Senhores do Clube de Bilderberg. Pode ser português mas isso em nada altera que considero que só lá está porque não possui vontade própria e porque gosta, gosta mesmo muito, das mordomias e honrarias subjacentes ao cargo. Este é o Presidente da Comissão Europeia, de uma Europa que teme o voto dos seus cidadãos em referendos, que nos impõe uma politica capitalista e neo-liberal e nos informa da inevitabilidade de lhe pertencermos.

No Limiano da hipocrisia

O limiano da hipocrisia

Paulo Portas é um político que sorri muito, mostra-se muito popularucho, mas lá no fundo é um Sócrates na arrogância e na prepotência e um “Brutus” na forma como age na luta pelo poder. A somar a tudo isto resta a hipocrisia na forma como se zanga com os seus “colegas” de partido e pouco tempo depois aparece a seu lado todo sorrisos e abraços. Foi assim com o Ribeiro e Castro, que agora foi buscar como candidato a deputado e ao famoso Daniel Campilho do Queijo Limiano. Vê-lo lado a lado a percorrer as feiras mostra como esta gente se preocupa mais em atingir o poder que em mostrar dignidade e uma coluna vertebral. Esta é a gente que nos pede o voto. Não obrigado.

quarta-feira, Setembro 16, 2009

As garras do Obama

Embargo a Cuba

O Presidente dos Estados Unidos assinou hoje uma ordem prolongando o embargo dos Estados Unidos a Cuba. "O Presidente determinou que é do interesse nacional dos EUA continuar durante mais um ano o exercício de algumas autoridades relativamente a Cuba, ao abrigo da Lei de Negociar com o Inimigo", diz um comunicado da Casa Branca.

Os discursos podem ser bem elaborados, as intenções bonitas, mas a prática fica-lhe muito atrás.

A Baronesa de Aljubarrota

Guerra com espanha

terça-feira, Setembro 15, 2009

Lucrécia Bórgia

Maça envenenada

Todos se lembram na sua juventude de ouvir a história da Branca de Neve onde morde a maça envenenada que lhe é dada pela Bruxa má mascarada de "bondade". Mais recentemente foram os professores a trincar a maça do "memorando de entendimento" e agora é o Engenheiro que nos "tenta" com a sua maça. Esta "Lucrécia Bórgia a mim não me engana.

Parem os Espanhóis

Espanhois nao

A Manuela Ferreira Leite informou-nos que a única razão pela qual se vai fazer o TGV em Portugal é para que os Espanhóis possam vira a receber mais fundos estruturais da União Europeia e que "Portugal não é uma província espanhola.". Como ela é defensora da política da verdade não posso deixar de acreditar nela, mas não posso deixar de realçar o que deve ter sido a sua enorme amizade para com os Asnar ao desejar fazer quatro linhas de TGV em Portugal.
Perante a preocupação manifestada pelo governo espanhol a estas afirmações, a Manelinha, afirmou serem naturais, mas que certamente, se ganhar, irá negociar o fim dos acordos sobre o TGV. Pelo que sei, negociar pressupõe uma troca que interesse a ambos. Que lhes vai ela dar em troca? As dividas do fisco? Não pode ser isso já deu ao City Bank. Estou certo que ela se lembrará de alguma coisa.
Ao Pacheco Pereira até se devem eriçar os pelos da língua quando a ouve falar. Como teria sido fácil ao PSD ganhar estas eleições com outro qualquer líder. Será que só a elegeram por haver no PSD muita gente interessada em que o Sócrates continue a governar?


segunda-feira, Setembro 14, 2009

Não explicam

tropas afeganistao

Portugal vai reforçar a presença militar no Afeganistão, mas, ao contrário do que se previa, não reduz o contingente no Kosovo. A garantia é do chefe de Estado-maior general das Forças Armadas.

Será que não reduzir o contingente no Kosovo me deve fazer sentir compensado por irem mais tropas para Afeganistão? Quando é que alguém justifica porque é tão importante enviar tropas para combater uns gajos que vivem numas montanhas para lá do sol-posto e andam embrulhados em lençóis com umas kalashnikoves ao ombro? Nem espero que digam a “verdadeira razão”, mas digam, pelo menos, a oficial.

Debates: Mais uma tareia na Manelinha

tropas afeganistao

Mesmo depois de levar mais uma tereia, desta vez do Engenheiro, a Manelinha deve estar satisfeita. Acabaram os debates.

domingo, Setembro 13, 2009

Debate: De costas voltadas

Debate legislativa 2009

Um debate entre estas duas personagens só fazia sentido se o assunto fosse a visão da sociedade baseada nas ideologias defendidas por cada um deles. Mais valia que em vez de um frente a frente se tivessem sentado de costas um para o outro. Como não o fizeram foram 45 minutos em que cada um tentou vender o seu peixe que, ainda por cima, nem era fresco. Uma hora perdida em frente ao televisor.

Os Gladiadores do Jerónimo

Gladiadores

Jerónimo de Sousa apresentou a CDU como força alternativa e mostrou-se preparado para governar. «Ao fim de 33 anos, porque é que os portugueses têm que aguentar ora este PS ora este PSD? (…) Se eles não resolvem os problemas do país, porque é que não há-de haver uma mudança?», defendeu Jerónimo de Sousa mostrando-se disponível para ser governo «no dia em que o povo português quiser».
O secretário-geral do PCP disse ainda que José Sócrates e Manuela Ferreira Leite têm programas semelhantes «Há alguma diferença entre eles? Haverá melhor exemplo do que esses dois gladiadores, Sócrates e Ferreira Leite, que parece que se batem, e depois vão dar as mãos para eleger Durão Barroso presidente da Comissão Europeia?», questionou.

É realmente uma chatice, mas parece que o povo português não há maneira de querer. Também eu me pergunto porque não há-de haver uma mudança, mas não encontro a vontade de dessa mudança realmente acontecer. Nas sondagens temos o PCP e o BE andam pelos 10% mas recusam integrar uma frente unida que crie uma verdadeira alternativa de esquerda que possa chegar ao poder. Infelizmente os 33 anos vão transformar-se em 37, ou seja estamos a condenar o país a mais quatro anos sem ninguém resolver os problemas. Diria mesmo que os vão ainda agravar mais.

sábado, Setembro 12, 2009

A este nunca lhe falta o ar...de parolo.

Falta de ar

Foi com uma gargalhada que o Presidente da República respondeu, esta manhã de visita ao Sabugal, à pergunta sobre se sentia que o país está mergulhado num ambiente de «asfixia democrática». Uma tese na qual Manuela Ferreira Leite tem vindo a insistir e que vem marcando estes dias de campanha para as eleições legislativas. «Respiro aqui nestes ares de Sortelha com um grande à vontade».

Um Presidente da Republica num regime parlamentar tem pouco que fazer, ficando-lhe atribuídas as responsabilidades de garantirem o cumprimento da Constituição e a defesa da democracia. Quando, no meio de toda o barulho mediático criado em torno da existência de “asfixia democrática” no país, cabe-lhe a obrigação de se manifestar sobre o assunto. Ou há asfixia democrática e ele tem de agir ou não há e ele tem de repor a normalidade no país. É que se há e nada diz, ou anda distraído ou não está a cumprir com as suas funções. Se não há, não acabar com esta polémica é ser cúmplice na estratégia eleitoral da Manuela Ferreira Leite. Rir-se disto é parolice democrática.


Debate: Isto não se faz a uma senhora

debate 2009

Paulo Portas é sem duvida um politico populista e com muito jeito para debates e a Manuela Ferreira Leite, um bacalhau seco sem carisma nem jeito nenhum para falar. Um é rápido a pensar e a contra-atacar, a outra ainda funciona a válvulas e roldanas. Só podia dar massacre e já está condenada a mais uma tareia quando defrontar o Engenheiro. Isto não se faz a uma cinzenta senhora que ainda vive num mundo em que o casamento só serve para a procriação.

sexta-feira, Setembro 11, 2009

Lisboa e o Povo Toupeira

O povo Toupeira

Santana Lopes apresentou o seu programa para a Câmara Municipal de Lisboa, que como sempre se limita a anunciar a construção de mais um túnel em Lisboa. Eu, que chamo a Lisboa a “minha cidade” e que sofro com o trânsito devia ficar muito contente, mas não fico. Não fico porque quando passeio pelas ruas da minha cidade gosto de as ver limpas, gosto de ver jardins cuidados e já tive a experiencia do que é a governação santanista. Lisboa precisa de ser governada por quem goste dela, por quem a veja como uma cidade impar em todo o mundo. Até posso concordar que não há um único candidato que ali esteja com o espírito de missão e de amor à cidade, que todos estejam ali por interesses partidários ou de poder, mas pelo menos que seja alguém que não a arruíne e destruía num só mandato.

Debates: Jerónimo Vs Ferreira Leite

Debate legislativas 2009

Para quem devia ter visões radicalmente opostas sobre as politicas, as soluções económicas e as visões da sociedade, foi um debate morno demais. De um lado um discurso bolorento e soluções para crise que nada mais são que o aprofundamento das causas dessa mesma crise, do outro um comunismo tão preocupado em pescar num eleitorado “menos revolucionário” que cheguei a imaginar se estaria a assistir ao nascimento do comunismo social democrático. Combater o capitalismo liberal dentro do próprio sistema e utilizando os mecanismos desse mesmo capitalismo e não fazendo a ruptura com a União Europeia e as suas directivas pode até ser “politicamente realista”, mas é claramente insuficiente. Também o Louça faz um discurso demasiado bem arrumado na teoria do capitalismo. A nossa esquerda necessitava de radicalizar mais a ideologia e apresentar soluções que pudessem ser a base de uma outra economia e de uma nova perspectiva de viver em sociedade. Mas, esteve bem o Jerónimo na defesa das suas ideias enquanto a Manelinha parece estar a sofrer não de “asfixia democrática”, mas mais de “asfixia debacrática”. Ela bem pode tentar mudar a imagem e decorar o discurso que a natureza da velha Ferreira Leite, transbordam, sai-lhe pelos poros.

quinta-feira, Setembro 10, 2009

Sem vergonha mas com muita ambição

O furão barroso

Durão barroso anda em campanha junto dos grupos políticos do Parlamento Europeu para tentar garantir a sua reeleição para Presidente da Comissão Europeia. Basta ouvi-lo falar para se ver claramente que ele adora o lugar que ocupa, as mordomias, as sabujices e a cagança. Na televisão viu-se um “Cherne” crispado com os “Verdes” e afirmando que há 16 ou 17 anos que luta contra o colonialismo. Se ele o diz, quem sou eu para o contradizer, mas defendo que devia ser julgado, não para saber se merece mais 5 anos de presidência, mas por 5 anos de cumplicidade com o Bush, o Blair e o Aznar na criminosa invasão e no genocídio que praticaram no Iraque.

Super Sócrates Vs Flash Louça

debate de titas

Sócrates Vs Louça, um dos mais aguardados debates desta campanha. O Louça é um excelente comunicador e sabe falar à raiva a esta politica que serve o clientelismo dos grandes grupos e dos senhores do capital. O Engenheiro, é um vendedor de banha da cobra, o melhor que cá temos, e a verdade é que sabe vender o seu produto, seja ele “Magalhães” para a Venezuela, ou “verdades” e ilusões aos eleitores. Desta vez o “Super” Sócrates venceu o “Flash” Louça.
Com o Engenheiro em forma deve haver muitos “laranjinhas” que por aí andam apavorados a imaginar como vai a Manelinha, que não tem imagem, oratória ou jeito, safar-se no debate entre os dois.
elei

quarta-feira, Setembro 09, 2009

O novo outdoor do Santana Lopes

Fazer merda

Hoje dei de caras com este novo outdoor do Santana Lopes. Tão simples; “Lisboa precisa de quem faça”. MERDA, como não se lembraram os outros disto, ou será que se lembraram e também se propõem fazer muita.

Democracia à moda da Madeira Ferreira Leite

asfixia democratica

«Seria inaceitável não vir à Madeira que é um exemplo típico um bastião inamovível do PSD, que é um exemplo do bom governo do PSD. Manuela Ferreira Leite disse também que na Madeira liderada por Alberto João Jardim, não sente que exista «asfixia democrática». «Aqui quem legitima o poder é o voto do povo e não está ninguém aqui por imposição, é em resultado dos votos», afirmou.
Realmente escolheu um bom local e um bom exemplo para falar de democracia. Sempre que a Manuela Ferreira Leite fala, sem o discurso decorado, acaba por sair asneira. Felizmente temos o Pacheco Pereira que daqui um ou dois dias nos vai explicar que o que ela disse não foi o que disse porque o que queria dizer não foi o que disse.

terça-feira, Setembro 08, 2009

A prova dos ciclistas

a corrida dos segundos

3º BE 10.4 e 5º o PCP (7.8). A mesma sondagem que dá a vitória aos Sócretinos sobre os Ferreira Leiteiros, também mostra que na corrida dos que escolheram ir cada um na sua bicicleta, o BE parece levar vantagem sobre o PCP nesta primeira etapa. Vamos ver se o Louça consegue levar a fuga até à meta ou a vitória e a camisola vermelha será discutida ao sprint. Certo, é se tivessem resolvido correr numa mesma equipa, poderiam até, quem sabe, lutar pela camisola amarela livrando-nos de ver a vitória sorrir sempre aos mesmos, para o nosso descontentamento.

Partilhe