domingo, Agosto 31, 2008

O Silêncio

Cinema mudo

O PSD veio acusar o Engenheiro de se ter mantido em silêncio durante todo este tempo em que dura a época estival dos Crimes em Agosto. Vindo de um partido que há meses nada diz sobre assunto nenhum só me pode levar à conclusão que estamos perante um festival de cinema mudo. Não que esteja com saudades de ouvir o Engenheiro, que quando fala é sempre para anunciar que "são boas noticias para Portugal e para os portugueses" embora acabemos sempre lixados e não tenha curiosodade nenhuma de ouvir o que diria, se falasse, a Manelinha. Um dos casos em que o silêncio é de ouro, como o menino.

Contributo para o Echelon: spies, IWO, eavesdropping

O Chip

O Chip das matriculas

No mesmo dia em que o Sr. Silva promulga a lei que vai obrigar que rodos os carros sejam obrigados a ter o famoso “chip” que possibilitará a sua localização imediata, num importante passo em direcção ao “Big Brother” foi nomeado o novo Superpolícia, o Senhor de todas as policias, o Secretário-geral da Segurança Interna Mário Mendes, que trabalhará na cadeira do lado do Sócrates. Sabendo como o Engenheiro se comporta, que detesta ser contrariado ou criticado, que tem mau feitio, quer é arrogante, que é mau e que professa a doutrina Bildberguiana, não me deixa dormir descansado.

Contributo para o Echelon: 15kg, DUVDEVAN

sábado, Agosto 30, 2008

Vai tudo de cana

A cadastrada

É no meio da estival paranóia geral com o crime, no dia em que o governo vem apresentar o nome do novo cargo de superpolícia, o Secretário-geral da Segurança Interna Mário Mendes, aparece o Paulinho das Feiras, numa acção que pouco mais é que populismo barato, com uma mão cheia de propostas para garantir a resolução do problema; menos direitos, maior celeridade na condenação e mais prisão. Nada tenho contra que quem pratica crimes seja castigado, mas gostava de ver esta gente aplicar as mesmas ideias e as mesmas regras para outros crimes igualmente graves, por roubarem todo um povo; os crimes de corrupção, de lavagem de dinheiro e tráfego de influências. Tão grave é deixar em liberdade um ladrão que rouba uma carteira como quem rouba o estado. Não se compreende que ainda hoje não nos tenha sido apresentado o tal de Jacinto Leite Capelo Rego, que os casos “submarinos” que por aí andam nunca venham à tona, que os “furacões” se transformem em mal cheirosas bufas, que todos os processos que aparecem em publico se arrastem interminavelmente para acabarem em prescrições ou em absolvições por erros processuais. Prendam-se os criminosos, mas prendam-se todos. Não sei é se vai haver prisões que cheguem para tanta gente.

Contribuição para o Echelon: NATOA, sneakers, UXO

A Freira da ASAE

A Freira pudica

A Freira de hoje dedico-a a um personagem que gosta do mediatismo e que diz cumprir a lei na ponta da espada, e que o faz de forma pura e dura, sem pensar, sem bom senso, o Chefe da ASAE, António Nunes. Isto quase sempre, porque quando lhe calhou a ele a infracção, ao fumar no Casino na passagem de ano com a lei do tabaco já em vigor, pensou que ela não se aplicava naquele lugar. Como pelos vistos também não se aplicou no voo do Engenheiro quando se esqueceram de o multar depois da ridícula história em que foi apanhado a fumar no avião.
Feliz se deve sentir esta Freira Asae que vai ser dos organismos que, contrariando tantos outros, vai ver o seu orçamento aumentar no próximo ano. Será por ser um serviço público tão lucrativo?

Contribuição para o Echelon: Kwajalein, LHI

sexta-feira, Agosto 29, 2008

A Festa do Crime violento

A Festa da Segurança

Depois de todo o folclore mediático de Agosto, este ano dedicado ao “Crime violento”, o mês aproxima-se do fim, terminam as férias, as nossas e a dos responsáveis pelo estado da sociedade em que vivemos. Uns para acusarem os que lá estão agora, como se fossem inocentes na mentira, outros para apresentar as soluções milagrosas que vão acabar com o crime. Uma grande festa em hora nobre, em que todos somos convidados. Discursos dos responsáveis acompanhados por imagens de operações policiais de encher o olho com todas as policias na rua para apreenderem um canivete e meia dúzia de condutores com uma cerveja a mais. Já me sinto muito mais seguro agora que acabou Agosto e os crimes vão sair dos cabeçalhos e voltar para as páginas interiores do Correio da manhã.
«
Pinto Monteiro justificou a sua posição pelo facto de haver um "hiper garantismo concedido aos arguidos que colide com o direito das vítimas, com o prestígio das instituições e dificulta e impede muitas vezes o combate eficaz à criminalidade complexa“».
Como o Estado é incapaz de reconhecer as suas culpas, passa-as para todos nós culpando os nossos direitos. Uma forma simples de reforçar o poder e de nos retirar um pouco mais da nossa liberdade como cidadãos.


Contributo para o Echelon: Electronic Surveillance, MI-17

Freira Constâncio

Freira Gananciosa

Estranhos caminhos nos guarda o destino e quis o meu que me lembrasse de transformar este Jardim num convento de freiras. É aquilo que me apetece fazer e ao procurar uma imagem encontrei muitas outras possibilidades de mostrar os políticos desta paróquia. Como isto não anda lá muito católico hoje escolhi a Freira Constâncio, aquela que mesmo no melhor sonho erótico que teve na vida não havia crescimento e nem era possível imaginar aumentos, a realidade era pior que a previsão e o défice eterno.

Contributo para o Echelon: spies, IWO, eavesdropping

quinta-feira, Agosto 28, 2008

Ventos de tempestade

O Homem do leme

«O ministro das Finanças, Teixeira dos Santos, garantiu hoje que o Governo vai prosseguir a "linha de rumo" traçada para o País, para que Portugal mantenha a "solidez financeira" e consiga enfrentar "intempérie que vem do exterior". O governante salientou ainda que a prossecução da "linha de rumo" traçada para Portugal e que o Governo tem vindo a seguir é "a única forma" de garantir que "esta nau mantém-se no rumo certo e consegue resistir a uma ondulação e ventos mais fortes".»

O que o Ministro parece esquecer é que esta tempestade que atravessamos não é como aquelas que sofreram os nossos antepassados quando “por mares nunca de antes navegados, passaram ainda além da Taprobana”. As outras eram forças da natureza, estas obras da especulação e da ganância homem. As outras levaram-nos a outros mundos estas ao capitalismo, à pobreza e à miséria.
Se, mesmo nós ignorantes na leitura dos mapas da economia, podemos ver que o horizonte é escuro de negro, como podemos aceitar ter à frente do nosso destino gente que sabe, mas nos ilude com cânticos de Sereia e a promessa de uma bonança que não vai chegar. Este é um caminho que só pode levar ao naufrágio deste país.

Contributo para o Echelon: 15kg, DUVDEVAN

A Santinha e o diabrete

 Sado masoquismo

Como as condições de má disposição do post anterior ainda subsistem pouco vou dizer em mais esta imagem da colecção de “freiras” que acidentalmente se iniciou neste blog. Basta lembrar do que foi o ano lectivo de 2007/2008 para imaginar como será o próximo com a aplicação em força das medidas, tão contestadas e que os Sindicatos, incompreensivelmente, aceitaram adiar para este ano, calando a revolta dos professores. Pode ser ano de eleições, mas não me parece que sejam os professores a sentir o eleitoralismo Socretino. Esse fica para oferecer computadores, inaugurar salas tecnológicas e para começar a equipar as escolas-prisões onde esperam formatar os jovens nas virtudes das novas oportunidades, na obediência e na resignação.

Contribuição para o Echelon: NATOA, sneakers, UXO

quarta-feira, Agosto 27, 2008

A guerra-fria aquece

 Guerra fria

Parece que uma virose passou por aqui e está a apanhar cada elemento desta família à vez. Agora tocou-me a mim pelo que não estou com forças nem vontade para grandes textos. Fica a imagem desta nova “Guerra-fria”, entre os mesmos intérpretes da última, só que desta vez não é uma luta entre o Capitalismo e o dito Comunismo da URSS, mas entre dois capitalismos selvagens, o que já existia nos EUA e o que cresceu por detrás da queda do muro de Berlim. Como sempre são os interesses e não as pessoas que contam e somos confrontados com a hipocrisia e a irracionalidade nas suas razões. Uns reconhecem a independência unilateral do Kosovo e agora consideram ilegal que a Ossétia do Sul faça o mesmo, apesar de um referendo a ter escolhido com uma maioria de 99%. Outros que se recusaram a reconhecer o Kosovo vêm agora reconhecer a da Ossétia. Quem é o bom ou o mau nesta história nem me interessa muito agora, mas espero que com um Sarkozy à frente da EU isto esta guerra não aqueça demais e não sejam os escombros incandescentes das casas das populações inocentes que o venham a mostrar.

Contribuição para o Echelon: Kwajalein, LHI

Arrebenta disse...

 Padre e freira

Não é bom nem é mau, é como é. Uns têm maias jeito para umas coisas, outros para outras. Escrever não é o meu forte, mas felizmente há outros que o fazem com o “engenho e arte” que me falta. É o caso do amigo “Arrebenta” dos “Braganza Mothers” o maior escritor do surrealismo psico-realista (ou será psico-surrealista realista?) da actualidade. É o comentário dele no post “A Miss Freirinha” que aqui transcrevo.

Blogger Arrebenta disse...
O Portas nunca foi freira, embora tenha estado ajoelhado muito mais tempo do que a Irmã Lúcia, durante a sua longa e útil vida (já repararam que tudo o que era mau começou a acontecer em Portugal desde que Nosso Senhor e a Virgem Santíssima a levaram para juntos deles, possivelmente a pensarem num "ménage à trois",quiçá, os desígnios de Yahvé são insondáveis?...),

agora,
freira,
freira,
é mesma a... Manela, que se está a preparar para não ajoelhar nem deixar ajoelhar.
Pela minha parte, só estou à espera do meu Pontal, para começar uma "rentrée" de artilharia pesada contra o Cavaco de Saias.

Eu sei, eu sei... não se deve bater numa senhora, mas naquele cangalho, até que venham os Maddie-testes de ADN, para mim, aquilo não é bem uma mulher, é uma vassoura do tempo das da minha avó, com a parte das cerdas viradas para cima, e puxadas para trás, quando ela aderiu à moda dos cabeleireiros do Barreiro, que toda a gente sabe serem os mais elegantes (e baratos) do Velho Mundo,
portanto,
faz aqui falta uma freirinha Leite, porque a vida é casar... ou professar, meninos,
casar, ou professar.

Contributo para o Echelon: Electronic Surveillance, MI-17

terça-feira, Agosto 26, 2008

A guerra da água

 Águinha do menino

«O Ministério do Ambiente só vai começar a actualizar o preço da água em 2010 e de forma gradual. Serão os consumidores que vão começar a financiar, através da tarifa, os investimentos de expansão e modernização das infra-estruturas de água e resíduos em Portugal, bem como os custos de exploração das empresas prestadoras do serviço.
A medida consta do novo regulamento tarifário proposto pelo Instituto Regulador das Águas Resíduos (IRAR) ao Governo e que aguarda aprovação.
O objectivo do IPPAR é a harmonização das bandas tarifárias para impedir as disparidades e a criação de um sistema sustentável de abastecimento e tratamento de águas residuais.
A proposta prevê a actualização das tarifas da água a partir de 2010 e de forma gradual, e tem em conta a preocupação de não penalizar as famílias com rendimentos mais baixos.»
In “CM

Mandaram o "homem invisível, o Ministro que nunca se vê e que quando isso acontece nunca é por boas razões, para nos dar a notícia. Preparem-se que o aumento vai ser grande no inicio deste que se pode transformar no negócio do século XXI; a água. A água vai faltar, vão haver guerras pela sua posse, vai ser o novo “petróleo”. Só acontecerá depois da eleição, que o descontentamento vai ser grande, faseado para não o sentirmos tão fortemente que os defenestremos, vai servir para, os futuros privados que vão cravar as suas unhas, as garras, os dentes, tudo o que tiverem, nem terem de gastar dinheiro em investir. Seremos nós consumidores que pagaremos os investimentos que lhes darão lucro.
A água é um bem essencial, não há vida sem ela. A água tem de ser de todos, não pode estar nas mãos de especuladores, de gente sem moral nem respeito pela vida. A água é de todos e todos temos defende-la. É uma luta que mais tarde ou mais cedo terá de ser travada e não deverá ser só no futuro. Tem de começar agora.

Contributo para o Echelon: spies, IWO, eavesdropping

A Miss Freirinha

Miss Freira

«O padre italiano, Antonio Rungi, está a organizar o "Sister Italia 2008", o concurso que pretende eleger a freira mais bonita de Itália entre os 18 e os 40 anos.
O concurso vai ser disputado on-line e, para isso, a freira ou noviça deve enviar uma fotografia “bonita e expressiva, que mostre a beleza [da candidata] tanto no plano estético como no plano espiritual”.
A partir de Setembro, as imagens das religiosas começam a ser exibidas no blogue do mentor do concurso: o teólogo, jornalista e professor de filosofia Antonio Rungi, no site padreantoniorungi.myblog.it. »
In “RR”

Este era para mim o candidato ideal. Para santinho só lhe falta a aura e apresentar-nos o tal militante chamado de Jacinto Leite Capelo Rego.

Contributo para o Echelon: 15kg, DUVDEVAN

segunda-feira, Agosto 25, 2008

O Acelera

 Speed Racer

Há muito que já sabíamos que aquilo que o Manuel Pinho gosta é do seu Allgarve, das suas festas, do seu Golfe, dos seus hotéis, dos bons carros, dos bons espectáculos, resumindo, a boa vida de quem tem tempo e muito dinheiro para viver a vida. Gente que se considera com direito de viver acima, gente que sente predestinada a serem os “aristocratas” da modernidade. Ainda recentemente vi uma reportagem televisiva em que se mostravam duas famílias em férias no Algave. Uma, portuguesa e grande que gastava mil euros para passar 15 dias num parque de campismo, outra de Ingleses, casal com um filho que gastavam cinco mil euros por dia. É destes últimos que o Manelinho gosta, é para eles que criou o Allgarve para não terem de viver no Algarve das famílias portuguesas. Dois mundos num mesmo espaço, o nosso e o deles. Foi isso que vi quando olhava para ele a visitar e elogiar um novo autódromo no Allgarve. Aí está mais uma grande obra, mais uma estrutura que nos fazia tanta falta como o Estádio do Algarve. Temos um no Estoril, que já custou milhões em negociatas, onde se fizeram obras e mais obras mas nunca deixou de necessitar de mais obras e que mais dia menos dia vai ser vendido à especulação imobiliária num negócio que vai pagar muitas férias de cinco mil euros por dia. Dali não sei para onde acelerou o Manuel Pinho, que justifica ser apanhado a cento e oitenta quilómetros por hora com as reuniões, mas muito provavelmente para dar mais umas tacadas no paraíso do golfe Allgarvio.

Contribuição para o Echelon: NATOA, sneakers, UXO

Os pópós da CML

O Carro do Presidente

Mais uma bela imagem oferecida pelo amigo J.Lima que aqui lhe agradeço

A Câmara de Lisboa vai abater 168 viaturas da sua frota de ligeiros. O corte vai traduzir-se numa poupança mensal de 71 mil euros e vai obrigar os funcionários da autarquia a deslocarem-se de transportes públicos.
A medida, anunciada esta sexta-feira, impõe uma reducão de 4l,89% do total da frota de automóveis ligeiros do município, que actualmente dispõe de 401 viaturas, das quais 287 se encontram em regime de aluguer operacional.

Parece-me bem, mas para dar o exemplo talvez oPresidente também devesse fazer abater o seu carro com motorista da frota da câmara. Talvez se os políticos portugueses começassem a andar de transportes públicos entendessem o que sentem as pessoas deste país. Talvez compreendessem que o problema do "draw" no seu "Drive" com o "loft" da sua Madeira nº 3 quando tenta acertar no "green" quando vai ao campo de golfe não é aquilo que preocupa mais o comum dos mortais.

Contribuição para o Echelon: Kwajalein, LHI

domingo, Agosto 24, 2008

As férias da Manelinha

Férias

Não sei por onde tem andado a Manuela Ferreira Leite desde que foi eleita para líder do PSD, mas deve andar entre visitas ao Palácio de Belém e uns meses de férias. Ninguém a vê e ninguém a ouve. Resolveu aparecer agora para falar quando mais valia estar calada e para exigir a demissão do Ministro Rui Pereira devido aos assaltos que ocupam o lugar das noticias que os telejornais não têm para dar. Não há ano que, no final do mês de Agosto não haja quem peça a demissão do Ministro do interior, seja por roubos ou por florestas ardidas. Normalmente são os Portas deste país, aqueles que vivem de se aproveitar de notícias sensacionalistas para terem algo que dizer que o fazem, mas este ano parece que a Manelinha também nada mais tem para dizer, que nada tem a propor ao país. Triste país que tem um Primeiro-ministro como o Sócrates, uma oposição sem ideias e um Sr. Silva como Presidente.

Contributo para o Echelon: Electronic Surveillance, MI-17

O Pantano

O Pantano

Chavez, o Presidente da Venezuela, revelou numa confidência que lhe foi feita pelo Engenheiro, este afirmou que a economia de Portugal estava estagnada. Claro que isto não é nada que já não soubéssemos há muito tempo e até o Guterres fugiu de Primeiro-ministro quando descobriu o pântano em que este país está transformado. Como os nossos políticos e economistas falam muito, largam muitas “postas de pescada”, mas na realidade não fazem a mínima ideia de como desatolar este país com as ferramentas do capitalismo global, talvez fosse altura de tentarem outras soluções antes que seja tarde demais. Talvez fosse altura de correr com os especuladores e com todos aqueles que só pensam no lucro e não no país. Talvez seja altura de mudarmos de vida e de politica.

Contributo para o Echelon: spies, IWO, eavesdropping

sábado, Agosto 23, 2008

Uma questão de confiança

Bombeiro

«Um estudo sobre a confiança atribuída a 20 profissões, revela que 90% dos portugueses confiam nos bombeiros, carteiros e professores da escola primária e secundária. A análise mostra que políticos e publicitários são os "menos confiáveis", com pouco mais cerca de 14% de respostas abonatórias.»

Sabendo que se aproximam as eleições e como os nossos políticos tudo fazem para ganhar uns votos, nada me admira que ainda vamos ver esta gente vestida de Bombeiros ou a entregar propaganda pelas caixas de correio. Ainda pensei que poderíamos vê-los a colocar-se na pele de professores, mas depois pensei melhor e não imagino a Sinistra Ministra da educação armada em professor ou outro politico a aceitar ser avaliado. Iam todos parar ao desemprego.

Contributo para o Echelon: 15kg, DUVDEVAN

Crimes

Crime Organizado

«O director do Observatório de Segurança disse hoje que a criminalidade violenta "chegou para ficar e conquistar terreno" em Portugal, com grande capacidade de organização e qualidade de meios, tal como já acontece no resto da Europa.»

Hoje, andava eu a fazer zapping nos telejornais e, ao passar pela TVI, o tema era o crime, os assaltos e a segurança. Foi o assalto ao Banco, as ourivesarias, Bombas de gasolina, o roubo de carros, tudo embrulhado e somado fazendo de Agosto aquilo que todos os Agostos são; tempo de férias para nós e para os políticos e as televisões a fazerem o tema que entretenha o Verão, normalmente ou crime e assaltos ou os fogos. Tão habituados já vamos ficando a isto que nem imaginamos que um dia o sensacionalismo televisivo se possa tornar na realidade deste país. Quando vejo responsáveis s dizer que a criminalidade violente veio para ficar e aumentar só posso pensar que as nossas vidas poderão, vir a ser no futuro, bem mais inseguras. Se lhe juntarmos a insegurança do emprego, da eterna crise económica e do descartar das funções sociais do estado, temos de ficar preocupados. Mais ainda quando com o aumento da criminalidade, vai aumentar o controlo e a violência policial, vamos ser mais vigiados, vamos sentir que somos menos livres. Raio de mundo que aí vem.

Contribuição para o Echelon: NATOA, sneakers, UXO

sexta-feira, Agosto 22, 2008

O amigo Cavaco

Levar ao colo

«O Presidente da República exerceu “veto político” relativamente ao diploma que altera o Regime Jurídico do Divórcio. Cavaco Silva devolveu, sem promulgação, o diploma ao Parlamento, "solicitando que o mesmo seja objecto de nova apreciação, com fundamento na desprotecção do cônjuge que se encontre em situação mais fraca".»

Confesso que não fiz as contas, mas pelo que me lembro o Sr. Silva já vetou mais diplomas da Assembleia da Republica desde que a Manuela Ferreira Leite foi eleita para a presidência do PSD, há somente 3 ou 4 meses, do que com o Marques Mendes e o Menezes juntos em quase dois anos e meio. Se a isto juntarmos as vezes que a Manelinha antecipou as criticas presidenciais e os apoios dados aos seus vetos políticos não parece haver duvida que o Sr. Silva a está a levar ao colo, que está a criar um monstro para nos oferecer no próximo ano. Vade retro Satanás.

PS: Também tinha feito este outro boneco e, para não ficar com mais um a ganhar pó numa pasta do PC, aqui o deixo ficar também.

Levar ao colo

Contribuição para o Echelon: Kwajalein, LHI

Engenharia Olimpica

Medalhas de ouro

É com grande satisfação que aqui coloco mais uma imagem oferecida ao WeHaveKaosInTheGarden pelo amigo J.Lima, a quem agradeço a sua simpatia e ajuda.

Contributo para o Echelon: Electronic Surveillance, MI-17

quinta-feira, Agosto 21, 2008

A Rica Segurança Social

Rica Segurança Social

«O excedente da segurança social quase duplicou até Julho, ajudado por um crescimento de oito por cento das receitas correntes. O saldo passou de 650,7 milhões, no final de Julho de 2007, para 1.253 milhões de euros, no final de Julho de 2008.
Do lado da despesa, os dados mostram que os gastos com pensões subiram 6,1 por cento, a um ritmo ligeiramente abaixo do previsto para o conjunto do ano (6,8 por cento), as despesas com o subsídio de doença caíram 7,6 por cento e os gastos com o subsídio de desemprego baixaram 12,4 por cento.»

Afinal a nossa segurança social que estava à beira da falência já consegue dar lucro. Parece que aqui o nosso Vieira da Silva é melhor como gestor que como Ministro. Com tanto lucro não admira que haja por aí tanto “vampiro” a desejar ferrar o dente neste bolo. Não admira que haja quem o deseje ver nas mãos dos privados. Mesmo estando nas mãos do Estado reduzem o subsidio de doença a quem está impossibilitado de trabalhar e apesar de aumentarem os desempregados conseguem poupar dinheiro pagando-lhes menos e complicando ainda mais a vida de quem já está a passar pelo desespero de não ter trabalho. Se isto é assim no Publico imaginem como será quando os Privados lhe deitarem a mão.

Contributo para o Echelon: spies, IWO, eavesdropping

O Lider da oposição

Férias

Hoje vi o Bicho da Madeira a passar férias na Praia de Porto Santo e tenho de reconhece que este homem bem merece o título de “Líder da Oposição”. O “criador” do Sr. Silva é o único que faz oposição a tudo e a todos. Ataca o PS e o Engenheiro, faz campanha contra o PS dos Açores, ultrapassa o PC pela esquerda quando fala da nova lei laboral e é a principal crítico do próprio PSD e da Manelinha. Chega mesmo a ser oposição a si próprio sempre que resolve falar, o que faz com muita frequência.

Contributo para o Echelon: 15kg, DUVDEVAN

quarta-feira, Agosto 20, 2008

Call Center

Call Center

Ia colocar esta imagem simplesmente com uma legenda. Foi nessa altura que lia noticia do público sobre o assunto e da boa noticia que é a criação de 1200 postos de trabalho no interior deste país. Notei que “A PT vai lançar um concurso para seleccionar as empresas prestadoras de serviços que vão operar no novo centro”. “No âmbito do acordo que será hoje assinado, o município vai ceder os terrenos para a construção do novo centro, com uma área total de 3700 metros quadrados”. “Será dada prioridade a candidatos que tenham completado o 12º ano, garantindo desta forma a contratação de emprego qualificado “.“O centro, que deverá entrar em funcionamento dentro de 10 meses, vai contar com 600 posições de atendimento a clientes, o que representa cerca de 1200 postos de trabalho qualificado”. “A operadora tem apostado na criação destes centros no interior do país, uma vez que a rotação dos colaboradores é ali menor do que nos grandes centros urbanos, o que se reflecte na qualidade dos serviços prestados”.
Sou só eu que vejo aqui negócio puro e duro? O Estado vai dar o terreno, muito possivelmente impostos e subsídios para formação profissional. Os trabalhadores serão jovens, aqueles a quem dizem querer dar novas oportunidades, e que vão ter um emprego que eu detestaria ter, como detestaria imaginar uma vida a trabalhar numa caixa de supermercado, a ganhar um ordenado perto do mínimo. Até a justificação das razões da construção no interior do país é triste; nessas zonas os trabalhadores sabem que não podem abandonar aquele emprego, que não há mais nenhum, que aquela tem de ser a sua vida. Sabem que vão ter de aceitar a vontade do patrão, dos horários ao salário. Sabem que foram apanhados na engrenagem do sistema e que, a grande maioria, de lá não mais poderá sair.
É por estas e por outras que muitas vezes, até aquelas que são as boas noticias me deixam triste, não por mim, mas por aquilo em que estão a transformar este país.

Contribuição para o Echelon: NATOA, sneakers, UXO

O Monstro da especulação

 Capitalismo

«Os investidores responsáveis pela escalada que colocou os preços das matérias-primas - agrícolas e não só - em preços recorde no início de Julho, estão a vender posições nestes mercados, numa reorganização das suas carteiras. Em pouco mais de um mês, os bens agrícolas desceram, em média, 26%. Os índices que agregam várias matérias-primas (agrícolas, metais, petróleo) já corrigiram entre 17% e 22%. E o investimento financeiros nestes mercados baixou 50% entre o primeiro e segundo trimestres.»
in Diário de Notícias

Agora que o preço petróleo baixo, no mercado internacional, (já vai nos 110 dólares), porque nas bombas de gasolina a gravidade é invertida e os preços sobem rapidamente mas para caiem é em câmara lenta, deve haver aí muito governante, a começar no Engenheiro, que devem estar a suspirar de alivio. Se os especuladores não tivessem ido de férias, se apertassem um bocadinho mais o mercado, a economia Europeia e Norte Americana corriam o perigo de estoirarem. Bom era que aprendessem alguma coisa com isto, que entendessem que este mercado liberalizados e não controlado pelos estados, os deixa à mercê do grande capital e impotentes para reagir. Era bom que vissem que no meio disto tudo quem ganhou foram especuladores, (basta imaginar o que representará 26% do mercado mundial) e quem perdeu fomos todos nós. Era bom que entendessem que é a politica que fazem e defendem, que permite que isto possa acontecer…e um dia a casa cai.

Contribuição para o Echelon: Kwajalein, LHI

terça-feira, Agosto 19, 2008

A Bela Adormecida

 A Feia Adormecida

Todos nos lembramos de ser novos e ouvir a história da Bela Adormecida que foi acordada pelo beijo de um Príncipe. Também o PSD tinha esperança que aquele que julgavam ser o seu Príncipe, o Sr. Silva, pudesse acordar o partido. Muito mais agora que a Manuela Ferreira Leite parece hibernar, mas esquecem que nem o Sr. Silva é um Príncipe nem a Manuelinha uma Bela Adormecida. Contos de fadas há muitos, mas este mais parece ser um conto de terror, pelo menos a ver pelas personagens.

Contributo para o Echelon: Electronic Surveillance, MI-17

O Regresso

 Voltar à Realidade

De volta à vida real. O Engenheiro para fazer mais uns anúncios e começar a preparar o ano eleitoral que aí vem e eu para voltar ao trânsito e ao trabalho. Não me posso queixar muito, afinal ainda sou dos que tem trabalho, ainda não faço parte da desgraça que é o desemprego. Mesmo assim custa sempre ver chegar ao fim uns dias calmos com a família e com a anarquia horária de não ter horários. Vem aí mais um longo ano para todos e com muito para fazer.

Contributo para o Echelon: spies, IWO, eavesdropping

segunda-feira, Agosto 18, 2008

Partido Social Federalista

 Partido Social Federalista

«O presidente do Governo regional da Madeira, Alberto João Jardim, defendeu a criação de um novo partido que faça oposição a sério e que contribua para mudar o país e descentralizar o poder em Portugal.
Para Jardim, “se os partidos políticos continuarem neste ‘rame-rame’, nesta monotonia, nesta falta de imaginação, nesta demissão, que é o que se passa com os partidos políticos à excepção do Partido Comunista, e o PS se for entronizando como uma espécie da União Nacional do Regime, há que fazer um novo partido”.
O líder madeirense até já tem o projecto elaborado: com a designação de Partido Social Federalista, este seria “um partido ao centro, com base nos grandes princípios de justiça distributiva da doutrina social da Igreja Política e que simultaneamente descentraliza o poder para que os recursos não fiquem todos em Lisboa”.»
in “Correio da Manhã”

O Partido Jardinista até poderia agrupar os Santanas e ao Menezes do PSD, mas será que um grupo de “cães” a uivar conseguirão travar a caravana do Engenheiro? Se o Bicho na Madeira levasse a sua ideia avante seria a forma de dividir o PSD garantindo aquilo que diz querer evitar: a eternização do PS no governo e a possibilidade do Engenheiro poder calmamente e sem obstáculos impor a sua politica capitalista e Bildeberguiana. Não que um governo do PSD seja algo de diferente, tudo não passaria da mudança das moscas que a merda seria a mesma. Quanto ao novo partido ainda estou a pensar no que raio é a doutrina social da Igreja Politica e como pensa o Bicho da Madeira ganhar votos em Lisboa. Com tanta palhaçada que esta gente nos continua a presentear, custa a entender que ainda haja quem vote neles.

Contributo para o Echelon: 15kg, DUVDEVAN

Criminosos de guerra

Suraman

«George Bush, assegurou que as duas regiões separatistas, que estão no centro do conflito desencadeado no passado dia 08 entre Tbilissi e Moscovo, «fazem parte da Geórgia» e «vão continuar», acrescentando «não há discussão possível a este respeito».
Entretanto o governo de Tbisili emitia uma ordem internacional de busca e captura contra o presidente da Ossétia do Sul, Eduard Kokoiti, informou o ministro de Reintegração georgiano, Temur Yakobashvili. Eleito em Dezembro de 2001, Kokoiti acusa a Geórgia de "genocídio" por conta de sua ofensiva militar contra o povo osseta. Em 2006, ele convocou um plebiscito, no qual 99% da população local apoiou a independência da região separatista. " Ele deve ir para a prisão ou para (o tribunal de) Haia. Nós não temos o que conversar com ele ou com outros líderes separatistas

Não há discussão possível? Mas quem se pensa a besta do Bush para impor a sua vontade sobre terras e populações onde não manda nada? Se a população da Ossétia escolheu ser independente quem é o Bush para dizer que sim ou que não? Porque reconheceram a independência ao Kosovo e não o fazem o mesmo com a Ossétia? Não cabe aos povos decidirem o seu próprio futuro? Porque estão responsáveis Sérvios, e muito bem, a ser julgados por crimes de genocídio em Haia e não estão os responsáveis Georgeanos por terem feito o mesmo? E o Bush, e o Putin e todos os que fazem a guerra sem respeito pelas vidas humanas, não deveriam também ser acusados de crimes? Parece-me que sim, que este mundo só poderá ser melhor quando os assassinos forem castigados.

Contribuição para o Echelon: NATOA, sneakers, UXO

domingo, Agosto 17, 2008

Socretino Style

Style

EUA, Los Angeles, Beverly Hills, Rodeo Drive, nr 420, House of Bijan, a mais cara loja americana de vestuário, perfumes e bijuterias. Uma loja tem como clientes gente que vai do Bush pai ao Clinton, passando por Sarkozy, Blair e Putin sem falar das estelas de cinema como Tom Cruise, Anthony Hopkins ou Jay Leno, (onde um fato pode custar 30 mil euros, um perfume 3 mil e um relógio 100 mil) e que distingue todos os anos os 250 homens com mais “Style”. O nosso “Menino douro”, o Engenheiro, está entre eles e a sua fotografia estampada na montra da loja. “Não comentamos nenhuma informação sobre nenhum cliente, ou acerca de qualquer cliente que tenha sido alvo de alguma distinção, no que respeita aos artigos que comprou, que alguém comprou por ele ou quando o fez. Toda a informação é confidencial”. Por este andar ainda vamos ver o Engenheiro transformado em estrela de cinema, que manias de vedeta não lhe faltam.

Contribuição para o Echelon: Kwajalein, LHI

A Guerra dos Milhões

Quem é o mais rico

Os detentores de fortunas em Portugal controlam 32 bilhões de euros e Américo Amorim ultrapassou Belmiro Azevedo, sendo agora o português mais rico. Não sei bem como se passam as coisas na realidade, mas quando li a noticia só me lembrei dos velhos livros do Tio patinhas e das suas guerras com o Pataconcio para saberem quem era o mais rico, mas pela ganância que mostram em ganhar cada vez mais não me admira que lhes sigam o exemplo.

Contributo para o Echelon: Electronic Surveillance, MI-17

sábado, Agosto 16, 2008

Organizem-se

Apanhados

Chiça, penico, chapéu de coco. O homem esteva a assaltar uma vacaria, na fuga tenta atropelar um polícia, só é parado a tiro, (com a infeliz morte do filho que transportava na carrinha) e o juiz manda-o esperar por julgamento em Liberdade. (Não me vão dizer que não havia perigo de continuar a roubar nem perigo de fuga). Como se isto não bastasse, bastou o homem dar um nome falso para enganar toda a gente, dos polícias aos juízes. Soltaram o homem e só depois descobriram que afinal ele não era quem dizia ser, já nadava a monte por ter fugido da prisão e agra continua em liberdade. Triste figura fazem a segurança e a justiça que nem conseguem, na época da informação instantânea, coordenar-se e fazer a mão direita saber o que faz a esquerda. Falta de cabeça, incompetência, estupidez. Devem estar a crescer orelhas de burro ao Alberto Costa e ao Rui Pereira.

Contributo para o Echelon: spies, IWO, eavesdropping

O Regresso do Vampiro

O Vampiro

Ele regressou. Saiu do silêncio, da sombra onde andou escondido e volta os ecrãs de Portugal. Teixeira dos Santos, o homem que todos os dias nos vinha anunciar medidas, apregoar milagrosos resultados e prometer o paraíso já ali à frente, o homem que com o aparecimento da crise internacional, com o aumento do petróleo e dos cereais desapareceu do limbo mediático, enquanto os números e as noticias confirmavam a catástrofe, mal surgem os primeiros números, maus mas não tão maus como se temia e como foram para outros, ei-lo que aparece a cantar hossanas. Pena é que todo este show em nada vai alterar o caminho que seguimos para o descalabro e para a servidão aos grandes senhores do capital e para uma Europa dominada pelo poder financeiro. As nossas condições de vida vão continuar a agravar-se, os deveres do estado com o social serão cada vez mais reduzidos, com o emprego e o poder de compra a baixar assim como os direitos dos cidadãos. Muitos serão cada vez mais pobres para muito poucos serem cada vez mais ricos. Como dizia o Zeca quando falava destes vampiros, “Eles comem tudo, eles comem tudo, eles comem tudo e não deixam nada”

Contributo para o Echelon: 15kg, DUVDEVAN

sexta-feira, Agosto 15, 2008

A silly season na blogosfera

As ferias

Esta Silly Season é um aborrecimento. Aparentemente nada acontece e até os incêndios nos parecem estar a dar férias. Lá vão havendo uns Jogos Olímpicos e uma guerra no Cáucaso para fazer as noticias. O Cavaco escondido em Boliqueime, a Manuela Ferreira Leite no buraco de onde ainda não saiu depois de eleita para líder do PSD e o Sócrates em local incerto. Sabe-se que está de férias embora se desconheça se no Quénia a caçar rinocerontes, armado em Camelo em Marrocos, em tubarão nas Caraíbas ou a bronzear-se no iate de algum milionário amigo, como parece estar a tornar-se moda entre os lideres deste mundo. Pode mesmo andar às compras na quinta avenida ou a passar-se belos “boulevards”de braço dado com o Sarkozy que a nossa imprensa nada diz. Assim sendo lá tenho de inventar posts estúpidos como este para poder ilustrar os bonecos que me apetece fazer. Numa silly season que mais poderei fazer que silly posts.

Contribuição para o Echelon: NATOA, sneakers, UXO

O Olho da maroto da justiça

Justiça Cega

«Os administradores do BCP não foram formalmente acusados de nenhum crime pela Comissão de Mercados de Valores Mobiliários (CMVM) nos três processos já concluídos. A entidade supervisora do mercado de capitais tem optado por dirigir todas as acusações contra a instituição financeira Millennium BCP.”Não fizemos nenhuma acusação do ponto de vista individual”', revelou ontem Carlos Tavares, presidente da CMVM, durante a apresentação das novas medidas de combate ao crime de abuso de mercado.»
in Correio da Manhã

Castiga-se a instituição e safam-se os administradores. Um pouco como num atropelamento se punisse o carro e não o condutor. Custa um pouco a entender esta decisão de quem tomou as decisões, quem fez os crimes se safe sem castigo, mas quando estão em jogo tantas centenas de milhões, tanto poder, tanta Opus Dei parece haver gente que se torna intocável. Prece que a velha figura da justiça cega em certos casos espreita sob a venda não vá acertar em quem não quer e, o amanhã nunca se sabe o que trará. Paga o banco, que é como dizer que pagam os accionistas que são responsabilizados pelos crimes dos administradores. Um pouco como se o crime também tivesse sido cometido por eles. Eu, se fosse um accionista certamente refilaria.

Contribuição para o Echelon: Kwajalein, LHI

quinta-feira, Agosto 14, 2008

Palhaços da hipocrisia

Palhaço de guerra

"Não estamos em 1968. A Rússia não pode fazer o que quiser, invadir um país e sair impune", declarou a secretária de Estado dos Estados Unidos, Condoleezza Rice. "As diferenças da Ossétia do Sul com a Geórgia poderiam ter sido resolvidos com muita calma, por meio negociações. Ao ampliar o conflito, a Rússia colocou em perigo as vidas dos civis na Ossétia e na Geórgia", acrescentou Rice.

AhAhAhAh. Não fossem tão tristes as mortes e a miséria que a guerra cria as declarações desta cadela raivosa até davam vontade de rir. Então um país que ataca e invade outros contra a opinião das Nações Unidas, quem viola todas leis internacionais, simplesmente para roubar petróleo, vem agora armar-se moralista. Vem depois falar de que o tudo podia ter sido resolvido em negociações e que a intervenção Russa é que colocou em perigo as vidas dos civis da Ossétia, como se quem disparou os primeiros tiros e quem iniciou a guerra não tivesse sido a Geórgia. Maior hipocrisia não pode haver. Estes F. da P. do Bush e a cabra da Rice bem mereciam que lhes caísse uma bigorna nos cornos.

PS: Como disse num post anterior nada justifica a morte de cidadãos inocentes. Não defendo o assassino do Putin nem o novo regime capitalista da Rússia que, como os Americanos, também tenta estender a sua hegemonia na zona. Agora querer colocar as culpas deste conflito só nas suas costas é no mínimo patético.

Contributo para o Echelon: Electronic Surveillance, MI-17

Tittytainment

Desemprego

«Lisboa foi o distrito onde mais aumentou o número de pessoas e famílias a receber o Rendimento Social de Inserção (RSI) no último ano. O aumento assinalado é de 37%, num Portugal que já contabiliza dois milhões de pessoas com o RSI.
No final de Junho do ano passado, havia 194.204 pessoas e 68.855 agregados familiares a beneficiarem do RSI no distrito de Lisboa. Um ano depois, o número de beneficiários aumentou, em ambos os casos, mais de 37%. Ou seja, em Junho deste ano recebiam o RSI 266.580 pessoas e 94.981 famílias, isto é, mais 72.376 pessoas e 22.387 agregados do que em igual período de 2007.»
in Jornal de Notícias

Esta notícia, por mais chocante que possa ser, não nos deve surpreender mas sim ser utilizada para mostrar a realidade do mundo em que vivemos e do futuro que os Senhores do mundo nos destinaram. Está mais que assumido por essa gente que este mundo vai caminhar para a era dos 4/5, ou seja que só uma em cada cinco pessoas terá emprego no futuro. Não estou a brincar, o nível de desemprego subirá até aos 80%. Isso implica obrigatoriamente que se saiba que fazer com toda essa multidão de desempregados e pobres. A solução mais moderada passa pelo “tittytainment”, expressão inventada pelo velho Zbigniew Brzezinski e que é uma combinação de “tetas” e “entretenimento”. A ideia é que uma correcta mistura de divertimento estupidificante e de alimentação suficiente permitirá manter controlada a população. Se virmos bem, divertimento estupidificante é o que já não falta por aí e este RSI é um bom começo para garantir alimentação suficiente. Outra arma que esperam usar é o voluntariado, com o qual nos esperam dar a ilusão de que existe um sentido nas nossas vidas e garantir que nos integramos na sociedade. Aí, quem anda muito activo é o Sr. Silva que não se cansa de fazer discursos a promovê-lo e a elogiar as suas virtudes.
Para verem a gravidade da situação e de como esta ideia se está a enraizar na nossa sociedade, no seu “Despacho do Director-Geral do Palheiro:” do blog “ O Jumento” sobre esta notícia, escreveu «Substitua-se o rendimento mínimo por remuneração de trabalho comunitário para os que podem trabalhar.» Isto, meus amigos é exactamente o que preconizam esses senhores do mundo, que trabalhemos por uma côdea de pão.

Já agora e como eu disse que esta é a solução moderada, aqui fica a mais drástica, aquela que já foi discutida no famoso Clube de Bilderberg e que passa pela aniquilação desses incomodativos e dispendiosos 80% da humanidade.


PS
:
Aproveito para recomendar a leitura do Livro, “A Armadilha da Globalização, O assalto à democracia e ao bem-estar social” de Hans-Peter Martin e Harald Schumann, publicado pela “Terramar” em 1996. No horror da sua leitura verão reproduzido o mundo actual e o negro futuro que perspectiva.

Contributo para o Echelon: spies, IWO, eavesdropping

quarta-feira, Agosto 13, 2008

Como se defende a democracia?

arma da Comunicação

«Mais de cinco milhões de assinaturas foram entregues ao organismo eleitoral da Colômbia solicitando a realização de um referendo para aprovar, a segunda reeleição do actual presidente Álvaro Uribe. O projecto é polémico e tem sido criticado, tanto pela oposição como por parlamentares da base de apoio do "uribismo", por ser "inconstitucional" e "antidemocrático".
O controverso projecto de reforma foi formalizado pouco depois do escândalo da chamada "yidispolítica" que trouxe à tona casos de corrupção que teriam permitido a aprovação do projecto para a primeira reeleição de Uribe em 2006. Em Julho, a parlamentar Yidis Medina (condenada a 47 meses de prisão pela Corte Suprema), admitiu ter vendido seu voto em troca de "favores" a "altos funcionários do governo", o que teria sido determinante para aprovação do projecto de reeleição.»

Nos últimos tempos sempre que se fala do Chavez e da Venezuela vejo-o tratado como um ditador. A única justificação que pode haver para isso parece-me ser o facto de não se vergar à vontade dos Bushes. Tem cumprido sempre com os preceitos constitucionais democráticos do seu país e é actualmente o líder democraticamente eleito pelo seu povo. Como o Uribe deseja fazer agora, também ele fez um referendo que lhe possibilitasse ter um terceiro mandato. Foi recusado pela população e até hoje sempre disse que o iria respeitar. Uribe já mostrou que é corrupto e que deseja manter-se no poder. Será que só por falar do Bush como “o meu amigo Americano” lhe vai permitir continuar a ser chamado de democrata enquanto outros, bem mais honestos, são chamados de ditadores? Será que não ser fundamentalista no cumprimento da Bíblia do capitalismo faz de um dirigente um ditador instantâneo? Será que esta América, sempre tão diligente no apoio aos sangrentos ditadores que a América do Sul já produziu, não continua a utilizar todas as estratégias, contra-informação e sabotagem para derrubar governos democraticamente eleitos só para colocar no seu lugar os seus lacaios que lhes obedecem e lhes permitem explorar as matérias primas enquanto os povos vivem na pobreza e na miséria? Não estaremos muitos de nós a deixar-nos manipular por uma comunicação vendida aos Senhores do poder, aos Bilderbergs deste mundo que são tudo menos democratas?
Já agora deixo aqui algumas perguntas aos democratas que tanto criticam os regimes menos capitalistas deste mundo. Como se pode lutar paritariamente contra esse mesmo capitalismo se ele utiliza o seu poder e o seu dinheiro para financiar, e ajudar as oposições ao regime? Será livre uma comunicação social que obedece ao poder do dinheiro? Onde começa e onde acaba a democracia e a liberdade? A ingerência externa na política de um país compromete a democracia?

Contributo para o Echelon: 15kg, DUVDEVAN

Lei da Bala

Cowboy

Recentemente fomos “presenteados” com a “eficiência” da polícia e do abate em directo de um dos assaltantes, (o segundo assaltante fez a desconsideração de não morrer nem com um tiro na cabeça), a uma repartição bancária. Havia reféns, as televisões e as policias estavam todas lá e num instante tudo ficou resolvido. Nada aqui disse porque temos de compreender que a policia faça o seu trabalho embora me tenha questionado se terá sido a única e a correcta solução.
Hoje li que a GNR, na perseguição a uma carrinha na qual fugiam dois homens que teriam tentado assaltar uma vacaria, matou a tiro uma criança de onze anos que também ia no seu interior.
O responsável da GNR não soube precisar se os suspeitos também atiraram sobre os militares, o que provavelmente quererá dizer que não e que possivelmente nem armados estariam.
Não sei quais as ordens que têm, se foi uma decisão tomada pelos próprios elementos das forças de segurança, se são lições das policias brasileiras ou se é imitação dos filmes americanos, mas cada vez mais a resposta das nossas policias é violenta e mortal. Será a solução encontrada pela nossa polícia à incapacidade da justiça de condenar atempadamente os criminosos? Será que a nossa polícia já faz de juiz e condena à morte os criminosos? Lembro que somos um estado de direito e essa é uma pena que não consta do nosso código penal.

Contribuição para o Echelon: NATOA, sneakers, UXO

terça-feira, Agosto 12, 2008

Raças Perigosas XVI

Blog

«A quem possa interessar: há para aí um blogue cujo autor garante ser eu próprio. Não é: como já aqui expliquei, não faço, não alimento e não leio blogues. Terão, certamente, muitas vantagens e utilidades, mas eu não me habituo a viver em territórios onde vivem o anonimato, a calúnia, a usurpação de autorias e a impunidade.»
Miguel Sousa Tavares no Expresso

Quem oiça o nosso Garfield até pode pensar que a comunicação social onde se move é um mar de virtudes e honestidade. Parece que o Miguelito tem algum receio da concorrência e da liberdade da blogosfera. Claro que há o anonimato, a calunia, a usurpação de autoria e até a impunidade. E nos jornais e televisões não há calúnias, mentiras, enganos e manipulação de opinião? Não haverá jornalistas e escritores que plagiam, copiam ideias e opiniões para as publicar em seu nome? Não deveria o Miguelito perguntar-se porque há tantos jornalistas que escrevem em blogs? Será que no anonimato dos blogs podem dizer as verdades que nos seus jornais são proibidos de falar e escrever? Porque será que para se ouvir falar dos Bilderbergs temos de procurar na blogosfera, enquanto os jornais mantêm um silencioso segredo sobre o assunto, mesmo sabendo que políticos e governantes por lá passam todos os anos, mesmo sabendo a monstruosidade daquilo que defendem?
O Miguelito, que tem a sua tribuna para dizer o que bem lhe apetece, onde se dá ao luxo de, por exemplo acusar os professores de não quererem trabalhar, mas receia a critica que outros lhe possam fazer.
Esta é outra raça perigosa, a raça daqueles que gostam de apontar o dedo a quem desejam, que gostam de acusar quem lhes apetece, mas mais do que tudo temem e desejam calar aqueles que o podem criticar. Em tempos, houve uma outra raça que inventou um lápis azul. De que cor gostará o Miguel?

Contribuição para o Echelon: Kwajalein, LHI

O Agoirento

O agoiro

«O poder tem três vértices: o Presidente, o primeiro-ministro e o líder da oposição. É das relações que irão estabelecer-se neste triângulo que dependerá o futuro político do País.»
José António Saraiva no Expresso

Vade retro Satanás, que este gajo só nos deseja mal, mas parece-me que está enganado, o que não quer dizer que nós fiquemos melhor. Acredito que os vértices do poder estão noutros lados, nos detentores do dinheiro e da Comunicação social. São esses que determinam quais as relações que se estabelecem e o triste futuro deste país.
Já agora o que é isso de líder da oposição? Será que a Manuela Ferreira Leite também lidera o PCP, o BE, o CDS ou cada um de nós que criticamos os Sócretinos? A figura de líder de oposição é uma invenção, não existe, o que realmente existe é oposição. Existe?

Contributo para o Echelon: Electronic Surveillance, MI-17

segunda-feira, Agosto 11, 2008

O apêndice

O apendice

«Num grande país europeu como a França, a Alemanha ou a Grã-Bretanha, Cavaco seria um apêndice, nunca um órgão político.»
Clara Ferreira Alves no “Publico”

Como sou um verdadeiro asno, nunca entendo estas frases ditas pela fina-flor da “inteligence” portuguesa. Imagino que esteja a dizer que o Sr. Silva só seja alguém por estar neste jardim perdido nas bordas da Europa, mas quando a vejo tratá-lo por apêndice e órgão político só consigo visualizar a imagem que fiz. Tenho mesmo muitas dúvidas que mesmo com “Viagra” possa valer muito mais do que vale; nada.

Contributo para o Echelon: spies, IWO, eavesdropping

Os Senhores da Guerra

Senhor da Guerra

«Terminou sem consenso a terceira reunião de emergência da ONU para discutir o conflito entre Rússia e Geórgia. Como os russos são membros permanentes do Conselho, e têm poder de veto, nada pôde ser decidido. A ONU alertou apenas para o perigo da guerra se alastrar para além do território da Ossétia do Sul. A situação no Conselho lembra os velhos tempo de guerra-fria, com Estados Unidos e Inglaterra apoiando a Geórgia e contrários aos interesses russos.»

Não sou especialista em politica mundial, nem em conflitos regionais, nem sei o suficiente sobre história daquela parte do mundo para entender perfeitamente o que se passa na Ossétia do Sul. Sei que há lá gente a sofrer como mostram imagens que já vi. Sei que há bairros de uma população inocente e indefesa a serem bombardeados, a morrerem em nome dos Senhores da Guerra. Sei que há crimes a serem cometidos e que não basta, mais tarde levar ao tribunal de Haia alguns a quem se atiram para cima com todas as culpas. Mais culpados que eles são aqueles que estão sentados nas poltronas das grandes potências mundiais, são aqueles que não só o permitem, como incentivam e armam, são aqueles que só olham ao lucro. Há muito que os Bushes e os Putins deste mundo mundo deveriam estar presos. Neste caso, se ainda estivéssemos a falar da URSS todo o mundo levantaria a voz em protesto, mas como falamos da Rússia e do seu petróleo, do seu gás natural e da necessidade desesperada que a Europa, especialmente a Alemanha, tem dessa energia, todos olham para os Jogos Olímpicos e abandonam aquela gente. Que direito tem qualquer país, seja a Rússia, a América ou outro qualquer para poder vetar o fim de mortes e destruição? Como pode o mundo ficar refém do direito à prepotência de alguns bandidos?

PS:Pelo que li a Rússia até terá alguma razão neste caso já que o agressor foi a Georgea, mas isso em nada altera o sofrimento e a morte causada por bombardeamentos sobre populações civis.

Contributo para o Echelon: 15kg, DUVDEVAN

domingo, Agosto 10, 2008

Silva Superstar

 Jesus Cristo Superstar

Depois de mandar interditar o espaço aéreo sobre a praia onde vai com a sua Maria mais agentes foram chamados de urgência para garantir a segurança do Sr. Silva quando este foi a Portimão para assistir à revista “Jesus Cristo Superstar”, mais uma “xaropada” do La Féria. Como até os assassinos de Presidentes devem estar de férias, acredito que esta gente tenha sido chamada para garantir que ninguém se sentava à sua frente e tapava a vista a si e à sua Maria. Acredito que cinco minutos de começar qualquer um desejaria que nos tapassem os olhos e ou ouvidos, mas conhecendo o mau gosto desta gente até deve ter aplaudido e pedido que o tal de Cristo ressuscitasse uma vez mais para um novo “encore”.

Contribuição para o Echelon: NATOA, sneakers, UXO

Férias 2008 - O Engenheiro

 Ferias 2008

Como já não ouço falar do Engenheiro há alguns dias imagino que ande a banhos por aí. Bem necessita de descansar que os tempos que se aproximam não vão ser fáceis. Com a crise internacional e as pulhices que fez a começarem a mostrar as suas consequências, vai entrar em ano de eleições e terá certamente de parir algumas medidas sociais para enganar os papalvos. Custa-me a crer que este “menino d’ouro” ainda consiga enganar alguém, que ainda haja quem acredite naquilo que diz, tão nua e petrificada já é a sua imagem, mas….

Contribuição para o Echelon: Kwajalein, LHI

sábado, Agosto 09, 2008

Que comecem os jogos

 Beijing

Começaram os Jogos Olímpicos de Beijing, os jogos da grande afirmação da China no mundo como a nova super-potência. Muitos olham para os jogos como uma manifestação desportiva e tentam retirar-lhe toda a política, mas todos sabemos que depois dos fascistas jogos de Berlim e da tentativa de afirmação de uma “raça superior” isso nunca mais foi possível. Depois disso já os Americanos boicotaram os Jogos em Moscovo e a URRS os de Los Angeles.
Ontem, na cerimónia de abertura lá estavam os velhos donos do mundo, do Bush ao Putin, passando por um Sarkozy que chegou a falar de boicote para acabar como representante da Europa. São os velhos senhores, as velhas potências a prestar homenagem, ou melhor vassalagem ao novo Senhor. Liberdade, democracia, direitos humanos, tudo esquecem e aceitam em troco do negócio e das boas relações. Que comecem os jogos, mas só espero que no fim não fiquemos todos a perder.

Contributo para o Echelon: Electronic Surveillance, MI-17

O Ressabiado

 Vingança

«As normas do Decreto do Estatuto dos Açores, citadas por Cavaco Silva como inaceitáveis, de facto, são- o. E levaram o Presidente ao ponto de considerar que a sua aprovação poderia pôr em causa o regular funcionamento das instituições da República. Como se sabe, esse é o fundamento único que a Constituição prevê para o Presidente da República poder demitir o Primeiro – Ministro Cavaco Silva pode não escreve uma frase dessas por acaso, ou por engano. Para o escrever e dizer é porque o pensou muito. E tem algo em mente.»
Santana Lopes
no seu blog.

Santana Lopes não consegue resistir ao revanchismo por ter sido demitido do governo por fraca e má figura. Nunca escondeu o sonho de ver o Cavaco fazer o mesmo ao governo sócretino e sobretudo agora que sabe que agora o Presidente tem à frente do PSD uma amiga do peito, a Manelinha Ferreira Leite.
É claro que o Cavaco não o vai fazer e tudo o que podemos esperar é que vá dando umas dicas à Manelinha sobre aquilo que vai fazer, para que ela possa, com alguma antecedência, fazer a oposição ao governo. O Sr. Silva foi dos piores primeiro-ministro que tivemos e o principal responsável por todos os males que agora passamos e como Presidente volta a mostrar a sua pequenez. Quanto ao Santana Lopes há muito que deveria ter entendido que o seu lugar é nas festas sociais a distribuir sorrisos às Lilis e aos Castelos Brancos deste país. Na política, talvez pela pancada que lhe deram na incubadora, é um nado-morto.

Contributo para o Echelon: spies, IWO, eavesdropping

sexta-feira, Agosto 08, 2008

Boliqueime air space

 Anti-aérea

«Por cima da região de Albufeira não há aviões. A ordem foi dada pelo Presidente da República, que se encontra de férias na praia de S. Rafael. A ordem de limitação de voos na região foi emitida para todo o mês de Agosto, numa interdição inédita. O responsável pelo Gabinete Coordenador de Segurança, Leonel Carvalho, disse que, "em consequência do próprio cargo, representa um grau de ameaça permanente, daí que tenha segurança pessoal. E tem também legitimidade para solicitar outras medidas de segurança que considere necessárias". O responsável admitiu ainda que a privacidade do Chefe de Estado e a limitação de paparazi poderá estar na origem da medida. "As férias dos famosos atraem muito helicópteros carregados de fotógrafos», disse. «Naqueles aviões que passam por cima das cabeça das pessoas pode ir muita gente. É natural que o PR, com a sua família, deseje reserva em tempo de descanso".

O nosso reizinho de Boliqueime já faz parte dos “famosos” que tem de fugir dos paparazi. Deviam fechar a praia para que ninguém se meta com a privacidade do Sr. Silva. Nada de aviõezinhos a tapar-lhes o sol pois nunca se sabe se não vai lá alguém com uma máquina que tire umas fotografias à celulite da Maria ou às ossadas da múmia.
Mas, não é só por cá, também o tenebroso Sarkosy mandou fechar o espaço aéreo sobre o Cabo Negro na Riviera Francesa para dar mais privacidade à sua Bruni. Gentinha fina que se considera melhor que os outros, gentinha reles que teme os próprios cidadãos que os elegeram. Raio que os parta a todos.

Contributo para o Echelon: 15kg, DUVDEVAN

Pecados Originais

 O Pecado Original

O comando marítimo do sul, Reis Águas, decidiu proibir as massagens nas praias algarvias. A justificação para esta proibição está relacionada com o receio de eventuais fins mais quentes de massagens que até podem começar inocentes. Agora, o mesmo comandante decidiu proibir a distribuição de maçãs nas praias algarvias, umaa iniciativa da Fundação Portuguesa de Cardiologia e da Associação de Produtores de Alcobaça alegando tratar-se de publicidade que sujaria as praias.

Puritanismo, preconceito e parvoíce no primeiro caso, falta de sensibilidade, cegueira e uma vez mais parvoíce deste militar. Não sei se busca protagonismo e dar nas vistas, se foi possuído pelo “espírito” da ASAE ou se simplesmente é parvo. Massagens, maças, tudo isto parece demasiado bíblico, demasiado “pecado original”, demasiado moralista. Assim se vai transformando esta nossa sociedade, a nossa forma de vida, a vivencia deste país, com regras e mais regras, se vai habituando as populações ao proibido, a uma moral bacoca e ridícula. Tanto que há para fazer, tanto que há controlar na destruição do nosso ambiente, com tantos a pensar no lucro e em nada mais e preocupam-se com parvoíces. Preocupem-se em saber que justiça há em bloquear o acesso a praias, que por lei não podem ser privadas, com a construção de condomínios privados que nos impedem a passagem, como acontece agora em Tróia. Preocupem-se em salvar a costa Alentejana que está a ser atacada pelos interesses imobiliários. Preocupem-se em deixar que os portugueses também possam usufruir das maravilhas do seu país e não se transformem em simples criados dos senhores que nos visitam. Preocupem-se em defender os direitos de todos e não só de meia dúzia de galifões

Contribuição para o Echelon: NATOA, sneakers, UXO

Partilhe